Iepa recebe novos bolsistas de iniciação e pesquisa científica






O Núcleo de Pesquisa Arqueológica Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (NuPArq/Iepa) promove na próxima segunda-feira, 9, programação de acolhimento dos novos bolsistas selecionados no Edital para Bolsa de Apoio Técnico à Pesquisa (AP), Bolsa de Iniciação Científica (IC) e Bolsa de Auxílio para Estudos e Pesquisa (AEP) 2017/2018.

O evento acontecerá a partir das 8h30, no prédio de arqueologia do Iepa e contará com palestras sobre os contextos arqueológicos do Amapá, a atuação do profissional arqueólogo, orientações gerais relativas ao programa de iniciação científica, e em especial sobre os compromissos dos selecionados. 

Das oito vagas preenchidas, duas são para Apoio Técnico à Pesquisa – direcionada para graduados de diversas áreas do conhecimento; uma vaga de Auxílio para Estudos e Pesquisa – direcionada para estudantes do ensino médio e cinco vagas de Iniciação Científica – para alunos de graduação em diversas áreas do conhecimento.

O diretor do Iepa, Wagner Pinheiro da Costa, destaca que o evento será para dar as boas-vindas aos novos bolsistas e repassar as informações iniciais em relação aos critérios do edital. “O incentivo aos programas de formação técnica e iniciação científica da instituição é uma importante etapa de amadurecimento acadêmico, uma vez que, propicia aproximação com a carreira acadêmica a partir das experiências com pesquisas em diversas áreas”, frisou.

O resultado dessa seleção tem objetivo de contribuir para a formação de novos pesquisadores em arqueologia na região amazônica e fomentar atividades de pesquisa científica e tecnológica desenvolvidas pelo NuPArq.

Para o gerente do NuPArq/Iepa, Lúcio Costa Leite, o certame promovido pelo Governo do Estado, cumpre uma das principais missões do Núcleo que é fomentar e fortalecer o desenvolvimento da ciência e tecnologia no Estado, por meio da formação de novos bolsistas.    

NuPArq

O NuPArq é composto por uma equipe de arqueólogos, técnicos e estudantes de diversas formações, sendo responsável pela identificação, registro de novos sítios, escavações amplas, análises dos materiais e socialização do patrimônio arqueológico identificado em várias regiões do Amapá. O núcleo possui uma ampla coleção de vestígios e informações arqueológicas, um laboratório para análises, uma biblioteca específica sobre arqueologia e uma área de exposição, configurando-se como um dos importantes núcleos de pesquisa arqueológica da Amazônia.

Por: Fabiola Gomes / Foto: ARQUIVO/NuPArq

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO