Candidatos de concurso da PM recebem aprendizado de formação






Trezentos candidatos aprovados nas fases anteriores do Concurso Público da Polícia Militar (PM/AP), realizado pelo Governo do Amapá para aumentar o efetivo da instituição, passam por um curso de formação para atuar no policiamento ostensivo/preventivo em todo o Estado.

O curso tem duração de seis meses. Nele, os alunos terão possibilidade de estudar disciplinas como defesa pessoal, técnicas de abordagem, tiro defensivo e preservação da vida, direitos humanos, direito penal, direito constitucional, direito militar, relacionamento com a mídia, ética e cidadania, libras e educação física, entre outras cujo objetivo é tornar o candidato preparado para atuar como policial militar. Os alunos utilizarão uma plataforma digital como meio pedagógico de ensino.

O governador Waldez Góes destacou que apesar das dificuldades enfrentadas pelo país, o Estado consegue cumprir o compromisso de colocar à disposição dos 16 municípios trezentos novos policiais militares capacitados para cuidarem da segurança da população.

"Nós temos uma das polícias militares mais corretas do país, com pessoas altamente preparadas, e a população deve ter certeza que esses homens sairão daqui totalmente qualificados", frisou o chefe do Executivo.

Para o comandante geral da PM/AP, coronel Rodolfo Pereira, a chegada dos novos homens vai reforçar o contingente de todos os batalhões nos 16 municípios do Estado. "Até setembro, esses homens já poderão estar atuando em ações ostensivas e preventivas, acompanhados de outros profissionais mais experientes, e em dezembro será encerrada a formação para serem incluídos definitivamente na tropa", explicou o militar.

Conforme edital do certame, ao concluir o Curso de Formação de Soldado o candidato aprovado estará apto para atuar como policial militar em qualquer munícipio do Estado com unidade da PM/AP, conforme necessidade da corporação.

O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), coronel Carlos Souza, lembrou que este é apenas um dos investimentos do Governo do Amapá para reforçar a segurança pública do Estado. "Temos que destacar que além destes trezentos novos homens da Polícia Militar, teremos reforço na Polícia Civil com novos delegados, oficiais e escrivães, e na Politec novos peritos, sem contar com os investimentos na parte logística e predial, para garantir o bom funcionamento da nossa segurança pública ", destacou Souza

Por: Gabriel Dias / Foto: Maksuel Martins/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO