Sisu 2019: não conseguiu ser aprovado? Veja outras formas fazer o curso que deseja

Compartilhe:





Programas de incentivo privado oferecem até 70% de desconto em cursos superiores

 

Passada a euforia com a espera dos resultados individuais do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), divulgados na última segunda-feira (28), pelo Ministério da Educação (MEC), para uns o momento agora é de correr atrás do prejuízo. Quem não conseguiu uma vaga no curso desejado deve ficar atento para a lista de espera do Sisu, aberta nesta terça-feira (29) até o próximo dia 5.

Nas edições anteriores, o candidato aprovado na segunda opção de curso era habilitado a participar da lista de espera. Na seleção deste ano, contudo, essa regra foi alterada deixando a lista apenas para os candidatos que não foram selecionados em nenhuma das opções cadastradas. Para participar é preciso acessar o site do Sisu e no boletim manifestar somente em uma opção.

E depois do Sisu? Nos próximos dias, outros sistemas de seleção serão abertos. O Programa Universidade Para Todos oferece bolsas de estudo parciais e integrais em instituições de ensino superior privado. As inscrições para o Prouni 2019.1 começam dia 31 de janeiro e para participar é preciso ter feito o Enem 2018, obtido média igual ou superior a 450 pontos e nota maior que zero na redação. Também é necessário atender o critério socioeconômico, cuja renda familiar não pode ser maior que três salários mínimos por pessoa. Além disso, será preciso comprovar que estudou o ensino médio em escola pública ou particular na condição de bolsista integral da instituição.

 

Educa Mais Brasil oferece mais 700 mil bolsas de estudo

Além das iniciativas do governo federal, há programas privados que oferecem boas oportunidades para quem deseja estudar em uma instituição particular, mas sem gastar muito. O Educa Mais Brasil, há 15 anos no mercado educacional, é o maior programa de incentivo estudantil. Em parceria com o Amapá Digital, o Educa oferece até 70% de desconto em diversos curso de formação superior. Para conseguir o benefício, o interessado deve apenas entrar no site do Educa Mais Brasil, buscar pela graduação que deseja e clicar em “Quero esta bolsa”. Após o término do curso, o estudante não pagará qualquer valor, podendo ficar tranquilo e exercer a profissão que escolheu.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO