Prazo para concorrer às vagas de emprego no Hospital de Amor encerra nesta terça-feira

Compartilhe:





Termina nesta terça-feira, 19, o prazo para entrega dos currículos para os interessados em concorrer a uma vaga no Instituto de Prevenção Hospital de Amor Macapá. Até esta segunda-feira, 18, cerca de 19 mil pessoas haviam enviado a documentação, que será analisada pelo Departamento Pessoal do Hospital de Amor em Barretos, em São Paulo. Inicialmente foram ofertadas 35 vagas com salários que variam de R$ 1,2 mil a R$ 3,8 mil.

As vagas são para assistente administrativo, assistente social, auxiliar administrativo, auxiliar operacional de hotelaria, auxiliar de suporte técnico, controlador (a) de acesso, telefonista, copeiro (a), enfermeiro (a), farmacêutico (a), motorista de carreta, técnico (a) em enfermagem e técnico (a) em radiologia. As contratações serão feitas através do regime Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

 Os interessados devem encaminhar o currículo para o e-mail: curriculo.macapa@hcancerbarretos.com.br até a meia noite do 19 de fevereiro, currículos enviados após esse prazo não serão aceitos. No assunto do e-mail deve conter a vaga de interesse do candidato.

Após a pré-seleção dos currículos, os selecionados serão contatados através dos dados fornecidos no currículo e farão uma prova escrita, os melhores colocados passarão ainda por uma entrevista com a equipe do Instituto, para que esteja apto a ocupar a vaga.

Instituto de Prevenção

O prédio do Instituto de Prevenção Hospital de Amor Macapá foi entregue no dia 16 de dezembro de 2018. Referência no tratamento e prevenção do câncer no Brasil, a unidade é a 11ª entregue no país e será administrada pelo Hospital de Amor através de um convênio com o Governo do Estado do Amapá (GEA) que irá custear a manutenção e funcionamento do instituto.

Quando estiver em funcionamento, o Instituto terá capacidade para realizar diariamente cerca de 60 exames de mamografia, para mulheres com idade entre 40 e 69 anos, e 60 exames de PCCU, também conhecido como Papanicolau, em mulheres de 25 a 64 anos, para a detecção de câncer de mama e colo de útero, considerados de maior incidência no Amapá. A unidade móvel (carreta) de diagnóstico, que vai percorrer todo o Amapá, terá a mesma capacidade de atendimentos diários que a unidade fixa. O fluxo de atendimento para os exames será estabelecido através de encaminhamento dos pacientes das Unidades Básicas de Saúde dos municípios.

Por: Jamylle Nogueira / Foto: André Rodrigues / Sesa

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO