Começa amanhã (07) adesão à lista de espera do Prouni

Compartilhe:





Confira quem pode participar

Estudantes que se inscreveram no Programa Universidade para Todos (Prouni) referente ao primeiro semestre de 2019 e não foram pré-selecionados podem aderir à lista de espera a partir de amanhã, quinta-feira (07). A participação deve ser feita no site do programa até o dia 08 de março. A lista de espera é voltada para o preenchimento de vagas que não foram ocupadas na primeira e segunda chamadas do Prouni.

O resultado com os nomes dos participantes da lista será divulgado no dia 11 de março. Os selecionados devem comparecer nas instituições de ensino para a entrega de documentos que comprovem as informações prestadas no momento da inscrição entre os dias 12 e 13 de março. 

Quem pode participar da lista de espera do Prouni

Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção, o candidato:

•    Não pré-selecionado nas chamadas regulares.

    Pré-selecionado na segunda opção de curso, reprovado por não formação de turma.


Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à segunda opção, o candidato:


    Não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção de curso.

    Não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção de curso.

    Pré-selecionado na primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.


Sobre o Prouni

Prouni oferece bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior. Ao todo, nesse semestre, estão sendo ofertadas 243.888 vagas em 1.239 faculdades. Dessas, 116.813 são integrais, e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades. Podem participar quem fez o Enem, obteve média igual ou superior a 450 pontos nas provas objetivas e maior que zero na redação. 


A renda familiar per capita não pode exceder três salários mínimos e o participante deve ter estudado o ensino médio em escola pública ou particular na condição de bolsista integral da instituição.

Fonte:  Géssica Santos | Agência Educa Mais Brasil

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO