Seed lança documentos estratégicos para a educação amapaense

Compartilhe:





A Secretaria de Estado da Educação (Seed) lançou nesta segunda-feira, 27, três documentos que vão auxiliar as estratégias para melhorar a educação amapaense: a Agenda de Aprendizagem; Referencial Curricular Amapaense e Avaliação Diagnóstica do Programa de Aprendizagem do Amapá (Paap). O lançamento aconteceu no auditório do Centro de Valorização da Educação (Cveduc), em Macapá.

Participaram do evento secretários municipais de Educação, representantes do Conselho Estadual de Educação (CEE), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), servidores da Seed e o prefeito de Santana, Ofirney Sadala, representando os demais prefeitos.

No primeiro momento, foi apresentada a Agenda de Aprendizagem, construída pelo Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e Undime para garantir acesso à educação, com permanência e aprendizagem adequada para os estudantes brasileiros. O documento contém demandas destinadas ao Ministério da Educação sobre as necessidades consideradas urgentes para os estados e municípios, como o Sistema Nacional de Educação, financiamento e avaliações externas; além de colocar o planejamento estratégico do Consed, em regime de colaboração com a Undime, para o biênio 2019-2020.

Referencial Curricular Amapaense

Outro documento lançado foi o Referencial Curricular Amapaense – Educação Infantil e Ensino Fundamental que, a partir de 2020, vai orientar e nortear o trabalho pedagógico dos professores nas escolas. O currículo foi elaborado através do Regime de Colaboração entre Estado e municípios.

Foram feitas diversas ações antes de o documento ser homologado, como o “Dia D”, destinado à discussão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) pelos professores, e o “Dia C”, dedicado a mobilizar escolas para participação na consulta pública. Foram 68,28 mil participações na consulta, sendo destas 83,8% de professores.

“Agora esse documento, que é alinhado à BNCC e contextualizado com a realidade amapaense, será entregue a todos os municípios e vai aprimorar as práticas pedagógicas dos professores”, frisou Almir Viana, coordenador estadual da BNCC no Amapá, da Seed.

Avaliação Diagnóstica

A Avaliação Diagnóstica é uma das ações estabelecidas no Programa de Aprendizagem do Amapá, que tem o objetivo de buscar informações sobre o desempenho dos alunos e propor planejamentos pedagógicos mais adequados a essas necessidades que serão diagnosticadas.

Para garantir que a aplicação da avaliação diagnóstica se efetue para todos os alunos matriculados do 1º ao 5º ano do ensino fundamental da rede municipal e estadual, a Seed custeou 86,634 mil cadernos de avaliação de Língua Portuguesa e Matemática, assim como cadernos para os aplicadores da avaliação.

A previsão é que a avaliação seja realizada nos dias 6 e 7 de junho em todo o Amapá. As avaliações serão distribuídas ainda nesta semana para todos os municípios. Para a coordenadora do Colabora Amapá Educação, Claudia Silva, esta etapa muito importante, pois é possível identificar nível de aprendizado por estudante.

“Com os resultados, poderemos fazer a correção de rumos e planejar intervenções pedagógicas pontuais para garantir o direito de aprendizagem e fazer com que esta criança possa progredir para o próximo ano de maneira eficiente”, declarou a coordenadora.

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, finalizou o evento destacando que todos os documentos são necessários para a melhoria da educação, e eles só conseguirão alcançar seus objetivos se o Regime de Colaboração estiver fortalecido. “A educação precisa avançar, e para isso, o governo e os municípios devem ficar unidos. Já demos grandes passos e vamos nos apropriar desses documentos, que vão resultar em novas práticas em sala de aula, formação para professores, entre outras ações que vão alavancar nossa educação”, pontuou a gestora.

 

Por: Caroline Mesquita /  Foto: Erich Macias/Seed

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO