Editais da Polícia civil e Politec serão lançados nesta sexta-feira, 14






O Governo do Amapá publica na sexta-feira, 14, os editais com as regras que vão disciplinar os concursos públicos para a Polícia Civil e Política Técnico-Científica (Politec), conforme anunciou o governador Waldez Góes na semana passada, quando lançou o edital para o concurso da Polícia Militar.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sejusp), na Polícia Civil o Amapá enfrenta um sério déficit, tanto de delegados, como de agentes e oficiais. O último concurso para delegado foi em 2010, quando foram oferecidas 31 vagas. O problema é que grande parte dos que passaram e tomaram posse, acabaram sendo aprovados em concursos fora do Estado. Além disso, aconteceram aposentadorias de outros delegados. Daí a necessidade urgente da realização do certame.

Ainda de acordo com a Sejusp, o último concurso para agentes e oficiais ocorreu em 2006, ou seja, há mais de 10 anos. Nesse período o número de servidores apenas reduziu.  

Com base nesses e outros dados, é que o governador Waldez Góes definiu, junto com a Secretaria de Estado da Administração (Sead), que o lançamento dos editais que contemplarão a Polícia Civil e Politec, vai acontecer na sexta-feira, 14, às 9h, no Palácio do Setentrião.

“Na semana passada lançamos o concurso para soldados da Polícia Militar. Agora a oportunidade é para quem deseja ser delegado, agente ou oficial de Polícia Civil, como também médico legista. Portanto, os editais vão estar disponíveis na sexta-feira no site do Governo Estado do Amapá”, anunciou o governador.

 

Compromisso

 

Desde 2015, mesmo em meio à crise econômica que afeta o país e, consequentemente, o Amapá, o GEA segue investindo em Defesa Social, para melhor assistir a população e garantir a manutenção da ordem pública em todo o Estado. A aquisição do helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA) é um exemplo deste compromisso, no qual foram investidos R$ 12 milhões para que os trabalhos de busca e salvamento em áreas mais remotas continuem acontecendo.

Em dois anos e cinco meses, foram construídos e reformados prédios, adquiridos equipamentos e veículos, investimentos estes no âmbito da Defesa Social e Infraestrutura que totalizam R$ 170 milhões. Neste período, o Estado ainda adquiriu e substituiu 160 viaturas das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Técnico-Científica.

 Foto: Marcelo Loureiro

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO