Sebrae e parceiros lutam pela manutenção das atividades dos produtores rurais durante crise do Covid-19

Compartilhe:





Sebrae, ACIA, supermercados, Governo do Estado e Prefeitura de Macapá, unem forças numa série de medidas a serem tomadas para deixar o coronavírus ‘fora da porteira’ nas propriedades dos produtores rurais e trabalhadores do campo

 

Denyse Quintas

Seguindo normalmente, os serviços de defesa no agronegócio, principalmente neste período de restrições ao convívio social determinados pelo Governo do Estado Prefeitura de Macapá, os produtores rurais no Amapá, recebem apoio da iniciativa privada e dos governos estadual e municipal, para comercializar e escoar a produção nas áreas rurais e dos trabalhadores do campo.

Segundo o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae (CDE/Sebrae/AP) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amapá (Faeap) Iraçu Colares, “o agronegócio não para, mas tem grande responsabilidade em não deixar o coronavírus entrar no campo. O esforço unificado entre as instituições públicas e privadas, neste momento, podem se transformar numa oportunidade para que a sociedade urbana reconheça ainda mais a importância do segmento. “O agro está sendo fundamental para alimentar quem está em isolamento e garantem o abastecimento dos mercados”, disse o presidente do CDE/Sebrae e da Faeap, Iraçu Colares.

 

Estratégia

Entre os encaminhamentos estão a conexão entre os produtores rurais e as redes de supermercados Fortaleza, Santa Lúcia e Maracá; retorno e funcionamento das feiras em dias alternados, permitindo o funcionamento das atividades de forma limitada, tanto na quantidade de feirantes e produtores presentes intercalando a ocupação em boxes, quanto na quantidade de pessoas/clientes, entrando e saindo dos logradouros; realização de Drive Thru (sacolão com produtos) espalhados pela cidade para compra de alimentos (feirantes e produtores rurais), evitando aglomerações de pessoas; e atendimento agendado nos condomínios – Central de Negócios intermediada pelo Sebrae junto aos clientes atendidos pelos projetos de agronegócios na instituição.

 

Parceiros

A condução dos trabalhos ocorreu na sede do Sebrae em Macapá, nesta quinta (26), às 10h. Estiveram presentes o presidente do CDE/Sebrae e da Faeap, Iraçu Colares; diretor-superintendente do Sebrae, Waldeir Ribeiro; diretora técnica do Sebrae, Marciane Santo; diretor-presidente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural do Amapá (SDR), José Renato Ribeiro (via celular); presidente da Associação Comercial e Industrial do Amapá (ACIA), Mateus Silva; vice-presidente da ACIA, Márcio Braga; secretária Municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Inovação de Macapá, Lidiane Pelaes; assessora de comunicação da Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Inovação de Macapá, Ruth Carrera; representante do Atacadão Maracá, Heber Pimentel; representante da Rede de Supermercados Fortaleza, Jamerson Dias; representante da Rede de Supermercados Santa Lúcia, Paulo Santos; gerente da Unidade de Atendimento do Agronegócio e Indústria do Sebrae (UAC/Agrin), Larissa Queiroz; gerente da Unidade de Educação Empreendedora do Sebrae (UEE), Denise Nunes; gerente da Unidade de Inovação e Competitividade do Sebrae (Unic), Bruno Castro; gerente em exercício da Unidade de Atendimento do Comércio e Serviço do Sebrae (UAC/CS), Alessandra Martins; e os gestores de projetos do Sebrae, Rosimar Monteiro e Rômulo Brasão.  

 

Serviço:

Sebrae no Amapá

Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832

Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br

Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br

Twitter: @sebraeap

Facebook: /sebraeap

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO