Rodovia que dá acesso a Cutias do Araguari está intrafegável. Município pode ficar no isolamento






A intensidade das chuvas que caem especialmente no interior do Amapá tem atingido diretamente motoristas que trafegam pela Rodovia AP-70, próximo ao município de Cutias do Araguari, distante 135 quilômetros de Macapá. O trecho não asfaltado da estrada é um desafio para os condutores, que, ao longo de 65 quilômetros, se deparam com buracos, lama e atoleiros. As viagens, segundo afirmam, chegam a demorar três vezes mais que o normal.

O deputado Pedro DaLua pediu providências à Secretaria de Estado dos Transportes e afirmou que se nada for feito, Cutias pode ficar no isolamento. A rodovia é o único acesso terrestre para o município de Cutias, que tem cerca de 5 mil habitantes. Além da cidade, a estrada dá acesso a distritos de Macapá, como São Joaquim e Santa Luzia do Pacuí.

A situação tem prejudicado o transporte de pessoas e cargas para a cidade. Há informações de motoristas de que ambulâncias e caminhões estão atolando no trecho. Com a força das águas, é comum a formação de lagoas de um lado a outro da pista. O perímetro asfaltado da AP-070 parte de Macapá até a localidade conhecida como “Entroncamento do Paulo”, os demais 60 quilômetros até Cutias são percorridos em estrada de terra.

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO