Museu Sacaca inicia programação cultural em homenagem aos 261 anos de Macapá

Compartilhe:





Como parte da programação do governo do Estado em homenagem aos 261 anos da cidade de Macapá, o Museu Sacaca oferece ao público esta semana atividades temáticas referentes à capital amapaense.

Nesta terça-feira, 5, o público pôde prestigiar exposições de fotografias antigas de Macapá, artesanato, manualidades, Galeria Arteamazon; mural e recital de poesia e apresentação do Grupo de Dança Flor Pequena. Os eventos foram divididos em ambientes dentro do Sacaca, como a Casa de Vidro, Casa de Leitura e Praça de Alimentação.

 

A autônoma Ivana Gomes veio do Pará com a família para passar as férias e o primeiro ponto turístico que visitou foi o Museu Sacaca. “É a primeira vez para todos nós e simplesmente nos apaixonamos pelo lugar”, revela Ivana.

 

Já as universitárias Nádia Leite, 21 anos, e Maira Tainá, 20 anos, assim que souberam da programação, por meio das redes sociais, decidiram prestigiar.

“Eu gosto muito da arte tucuju e acredito que prestigiar significa valorizar e encorajar aos nossos artistas a continuarem sua caminhada”, avalia Nádia.

Para Maira, as exposições funcionam como um resgate à cultura amapaense. “Eu vejo que o mais importante é o reconhecimento dos artistas, eu já trabalhei um pouco com arte e sei o quanto é gratificante. Essa programação é uma oportunidade para que a população reconheça os artistas e consuma os frutos da terra”, argumenta a estudante.

Além dos artistas amapaenses, microempreendedores conquistaram espaço dentro da programação. Como é o caso de Rosa Guimarães, que há cerca de um ano e meio atua no ramo de produtos naturais.

 

“Estamos conversando com os clientes, expondo nossa marca e comercializando os produtos.  O Museu Sacaca, pela sua identidade cultural, tem total relação com a filosofia da nossa loja; é o ambiente é ideal”, comemora Rosa.

A programação cultural no museu vai até sexta-feira, 8, com entrada gratuita. Entre as atividades tem apresentações teatrais; de danças regionais como batuque e marabaixo; recital e mural de poesias, aulão de danças; jogos e brincadeiras infantis; pintura indígena, exposição de manualidades, artesanato, fotografias e pinturas que retratam Macapá.

As atividades diárias encerram com o show “Cantando Macapá”, com os cantores Loren Cavalcante, Amadeu Cavalcante, Brenda Melo, Nivito Guedes, Cléverson Baía e o grupo de samba e pagode Gente de Casa.

Os eventos ocorrem nos horários de visita, das 9h às 17h, com exceção do show “Cantando Macapá” que inicia a partir das 18h, na Praça de Alimentação do Museu Sacaca.

Confira a programação completa com horários e locais:

Quarta-feira (6/2)

Hora: 9h às 17h

Local: Auditório, Casa de Vidro, Casa de Leitura e Praça de Alimentação no Museu Sacaca

Eventos:

- Exposição Galeria Arteamazon e Artesanato

- Exposição Fotográfica Macapá Antiga;

- Mural de Poesias

- Recital de Poesia

- Árvore da Poesia

Hora: 9h

Local: Praça das Etnias no Museu Sacaca

Evento:

- Apresentação do Grupo de Marabaixo Infantil Artur Sacaca

Hora: 14h

Local: Bosque Açaí no Museu Sacaca

Evento:

- Contação de histórias por Missilene Cabral

Hora: 15h

Local: Maloca Multiuso e Auditório, respectivamente.

Evento:

- Aulão de Dança de Salão e pintura temática indígena

 

Quinta-feira (7/2)

Hora: 9h as 17h

Local: Auditório, Casa de Vidro, Casa de Leitura e Praça de Alimentação no Museu Sacaca

Eventos:

- Exposição Galeria Arteamazon e Artesanato

- Exposição Fotográfica Macapá Antiga;

- Mural de Poesias

- Recital de Poesia

- Árvore da Poesia

Hora: 9h

Local: Praça das Etnias – Museu Sacaca

Evento:

- Apresentação do Grupo de Batuque Raízes do Bolão

 

Sexta-feira (8/2)

Hora: 9h as 17h

Local: Auditório e Casa de Vidro

Evento:

- Exposição Galeria Arteamazon e Artesanato e Exposição Fotográfica Macapá Antiga

Hora: 9h

Local: Praça das Etnias no Museu Sacaca

Evento:

- Apresentação do Grupo de Marabaixo Infantil Artur Sacaca

Hora: 18h

Local: Museu Sacaca

Evento:

- Show Cantando Macapá: Loren Cavalcante, Amadeu Cavalcante, Nivito Guedes, Osmar Júnior e Grupo Gente de Casa.

 

Por: Nathacha Dantas /  Foto: José Baía / Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO