Aberta chamada pública para credenciamento de artistas locais






O Governo do Estado do Amapá (GEA) abriu chamada pública para credenciar artistas, grupos e companhias de teatro, dança, artes visuais, bandas e grupos musicais para compor a programação artística e cultural dos eventos e projetos realizados e/ou apoiados pelo estado nos municípios amapaenses. A responsável pela chamada pública é a Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Podem participar microempreendedores individuais, grupos legalmente constituídos (pessoa jurídica) e pessoas físicas. Conforme previsto no edital, cada artista ou companhia, devidamente credenciado, só poderá realizar, no máximo, uma apresentação por evento. “Isto proporcionará maior diversidade de atrações, além de atender e valorizar mais democraticamente um número maior de participantes”, argumentou o secretário de Estado da Cultura (Secult), Dilson Borges.

As inscrições estão abertas e encerram-se no dia 18 de junho, podendo ser feitas de modo presencial na Coordenadoria de Desenvolvimento Cultural da Secult, na Rua Eliezer Levy, nº 2.045, Centro, esquina com a Rua Mendonça Júnior, em Macapá, em dias úteis, das 9h às 12h.

A análise técnica documental ocorrerá de 19 a 21 de junho. A relação das propostas habilitadas e inabilitadas será divulgada no dia 21 de junho no portal de notícias do Governo do Amapá, no endereço eletrônico www.amapa.gov.br, e no mural de protocolo da Secult. E o resultado final sai no dia 25 de junho. Os credenciados serão convocados, de acordo com a necessidade e características das programações culturais.

As apresentações em eventos, projetos e atividades artísticas e culturais realizadas ou apoiadas pelo estado ocorrerão em sistema de rodízio, para garantir a participação de todos os credenciados na chamada pública. A validade do credenciamento é até 31 de dezembro de 2018.

Digite http://www2.compras.ap.gov.br/edital/cbaed1a43a0bdfe0ec51e27714eeca61.pdf  para acessar o edital

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO