Corrida do Trabalhador tem inscrições prorrogadas até sábado, 28






A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) estendeu até sábado, 28, o prazo da inscrição para a Corrida do Trabalhador 2018. O evento é voltado às assessorias esportivas, clubes, associações, poder público, empresas privadas e trabalhadores em geral.

Os atletas interessados devem se inscrever nesta quinta e sexta-feira (26 e 27 de abril), das 8h às 12h e das 14h às 17h30 e, no sábado, das 8h às 13h, na Sete, na Avenida 1º de maio, esquina com a Rua Leopoldo Machado, no bairro do Trem. No ato da inscrição, cada equipe deve doar 10 quilos de feijão, arroz, açúcar, macarrão (10 pacotes) e farinha e, ainda, 5 quilos de leite e de café.

A coordenação do evento disponibilizou 30 vagas. São 20 atletas por equipe, sendo 10 do sexo masculino e 10 do feminino. O regulamento da Corrida do Trabalhador será entregue no momento da inscrição. A idade mínima para participar é de 15 anos.

O início da corrida de revezamento está previsto para às 00h do dia 1º de maio, na pista de atletismo do Estádio Olímpico Milton de Souza Corrêa, o Zerão.

Os atletas terão que estar concentrados 30 minutos antes. Serão 20 minutos na pista de 400 metros, para cada competidor por equipe. Do 1º ao 5º lugar, as equipes vencedoras receberão trofeus. Todos os atletas inscritos irão receber medalhas.

“É uma corrida de revezamento diferenciada, uma vez que vai ocorrer numa pista de atletismo cortada pela linha imaginária do Equador. Restam poucas vagas, então os interessados devem procurar a Secretaria do Trabalho, o quanto antes, para garantir sua participação”, reforçou um dos coordenadores, André Antunes.

A Corrida do Trabalhador, chamada de desafio da madrugada, é uma realização do Governo do Estado, por meio da Sete e, conta com o apoio direto da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) e da Federação de Atletismo do Amapá (Faap).

Por: João Clésio /  Foto: Ascom/Sete

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO