Estação Radical leva hip-hop e torneios de bike para juventude da capital






A estação radical do Macapá Verão 2018 contou com uma programação diversificada para a galera do hip-hop, skate e bike da capital. Começando com o Campeonato do Bike Amapá Jam BMX, os atletas semiprofissionais puderam competir por grau de dificuldade na modalidade freestyle no fim da tarde, no CEU das Artes, zona norte da cidade.

Pela noite, a batida ficou por conta da galera do hip-hop, que trouxe rima e críticas sociais com músicas autorais. “É a primeira vez que participamos da programação do Macapá Verão e a experiência é ótima. Estamos tentando montar um bom trabalho para poder alcançar mais pessoas com o nosso som”, ressalta Rivelino Lima, do grupo Contenção RAP.

O público aproveitou a estação, sendo do movimento do rap ou com a família. “É bom ter a oportunidade de estar em um evento como este. A gente sabe que a galera que curte o rap, hip-hop e afins é muito marginalizada. Ser inserido no Macapá Verão nos dá a oportunidade de ocupar esse espaço na sociedade e ter visibilidade”, explica Guilherme Soares, 17 anos.

O grupo Relatos de Rua, há 15 anos em atividade, deu um show no palco, além das letras marcantes. Ele levou performances fortes que arrancaram gritos do público. O encerramento da noite ficou por conta dos meninos do Super Shock, que fecharam o evento com muita música para a galera presente.

Rafaela Bittencourt

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO