Em NY, Waldez defende a participação de brasileiros nas discussões sobre a Amazônia

Compartilhe:





As discussões sobre o aquecimento global e o futuro das florestas, na Cúpula do Clima, das Organizações das Nações Unidas (ONU), em Nova York (EUA), são acompanhadas pelo governador do Amapá, Waldez Góes, que preside o Consórcio da Amazônia Legal. Nesta segunda-feira, 23, Waldez defendeu, em entrevistas, a importância da participação de quem vive na Amazônia, nos debates.

A reunião é organizada pelo presidente da França, Emmanuel Macron, juntamente com os chefes de Estado da Colômbia e Chile, Iván Duque e Sebastian Piñera, respectivamente.

O governador participa do evento a convite de Macron, por representar o Consórcio da Amazônia Legal que defende a preservação e desenvolvimento sustentável da Amazônia, com tolerância zero para qualquer atividade ilegal na floresta.

Waldez defende investimentos e oportunidades para as 29 milhões de pessoas que vivem na região e ajudam na proteção das florestas.

“Não tem como discutir a Amazônia sem a participação daqueles que vivem nela. Sessenta e um por cento da Floresta Amazônica está no Brasil, e a participação de nós, governadores, e da sociedade civil organizada, é fundamental”, reforçou o presidente do consórcio.

Os governadores que integram o consórcio e também a Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF) entregaram uma carta manifesto solicitando apoio internacional para preservação da Amazônia, durante agenda realizada no domingo, 22.

De acordo com Waldez, é preciso que a sociedade nacional e internacional conheça as iniciativas, reflita, faça críticas, mas, compreenda, também, o esforço que os governantes e sociedade civil fazem para preservar a Amazônia.

“Não queremos só mais recursos para reduzir as situações emergenciais de queimadas e desmatamento ilegal, mas, também, para ter um monitoramento permanente na Amazônia”, falou.

Representantes de 60 países participam da Cúpula do Clima desde o dia 21, debatendo condições climáticas e a situação da Amazônia. Na terça-feira, 24, haverá a 74ª Assembleia-Geral da ONU, que terá, pela primeira vez, a Amazônia representada.

Além do presidente do consórcio, outros três governadores Mauro Mendes (MT), Gladson Camelli (AC) e Wilson Miranda (AM) estão em NY para acompanhar a Cúpula do Clima.

Por: Anne Santos /  Foto: Maurílio Rodrigues - Secom/AM

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO