GEA fortalece políticas para mulheres com marcha contra o feminicídio em Tartarugalzinho

Compartilhe:





Com apoio da Secretaria Extraordinária de Políticas Para as Mulheres (SEPM), o Governo do Amapá ajudou a consolidar o avanço do segmento no município de Tartarugalzinho, a 230 km de Macapá. Estado e Prefeitura promoveram uma programação especial nesta sexta-feira, 27, para a entrega de um novo órgão que iniciará a política de inserção delas no mercado de trabalho e ações para o enfrentamento à violência contra a mulher no município.

A programação girou em torno da inauguração da Secretaria Municipal de Política para Mulheres (SMPM) – cuja cerimônia de entrega ocorreu no fim da tarde após a Primeira Marcha Contra o Feminicídio de Tartarugalzinho.

 

A SEPM e a SMPM fizeram a mobilização para a marcha, que chamou a atenção da população. O órgão articulou a ida de mulheres de várias localidades e bairros do município, como Cedro, Lago Novo, Casas Populares, bairro Ayrton Senna, entre outros. As manifestante puderam conhecer a sede da nova secretaria e participarem da marcha, que reuniu aproximadamente 500 mulheres, entre estudantes, servidores municipais, servidores do judiciário local. O prefeito Rildo Oliveira também caminhou junto com elas.

Do bairro Ayrton Senna, ativista, radialista da localidade e já conhecida dos movimentos sociais de mulheres e também da secretaria estadual, Katiane Marques, comemorou o novo órgão: “Ter um órgão dentro do município faz toda a diferença para nós que motivamos e ajudamos essas mulheres a muito tempo”, resumiu.

 

A secretária Extraordinária de Políticas para as Mulheres, Renata Apóstolo, destacou que assumiu a pasta com a determinação do governador Waldez Góes de reestruturar e fortalecer as políticas para mulheres no interior do Estado.

“Objetivamos a construção das relações não só com a formação do órgão municipal, mas também com essas mulheres ativas nos movimentos, por isso a participação delas é tão importante. O Estado precisa se fazer mais presente nos municípios e é este posicionamento que estamos adotando, queremos apoiar no que nos compete e no que for possível, com mobilização, com serviços, atuação de nosso corpo técnico, para que a mulher também seja assistida no interior e que elas saibam que não estão sozinhas e podem contar conosco”, enfatizou a secretária durante a inauguração.

 

Ela adiantou que a partir do mês de novembro, várias marchas com temas de combate à violência contra a mulher ocorrerão no estado todo, incluídas no dia 16 dia de Ativismo, ação global da sociedade civil.

Neste contexto, o município de Tartarugalzinho saiu na frente com a inauguração da Secretaria Municipal de Mulheres, que será gerida por Luciane Gomes.

 

Para Renata Apóstolo, o novo órgão em Tartarugalzinho pode motivar outras gestões municipais a implementar uma secretaria destinada às mulheres, dando suporte e incluindo-as em ações e políticas públicas. “Muitas moram em localidades mais distantes e às vezes não conseguem ter acesso ou nem sabem como proceder”, justificou ela.

A equipe da secretaria Extraordinária de Políticas para Mulheres, não foi sozinha. Também estava presente em Tartarugalzinho, vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Mary Sales, e mulheres dos movimentos sociais de Macapá.

 

Por: Alice Valena /  Foto: Maycon Gomes

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO