Mais de 500 jovens recebem orientações sobre a importância de doar sangue

Compartilhe:





Sensibilizar os jovens a tomarem uma atitude que ajuda a salvar vidas é o objetivo da campanha “Juventude Sangue Bom: vida, quem curte doa sangue”, lançada nesta segunda-feira, 27, em Macapá.

Mobilizados pela Secretaria de Políticas para a Juventude (Sejuv), mais de 500 jovens, bolsistas e não bolsistas do programa Amapá Jovem, assistiram a palestras e peça teatral que abordaram a importância de doar sangue.

 

O encontro ocorreu na sede do Sebrae/AP. A proposta é aumentar o estoque de bolsas de sangue do Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap). Em período de férias escolares, a unidade sofre queda no quantitativo de doares.

“A juventude dá um exemplo para a sociedade quando se une em uma campanha como essa. Buscamos o engajamento desses jovens para um ato de responsabilidade social”, disse o titular da Sejuv, Pedro Filé.

De forma descontraída, a peça “Você é a gota que falta” abordou a necessidade de estoque de sangue para salvar vidas em casos de emergência. A encenação foi apresentada pelos bolsistas do Amapá Jovem, Gabriel Costa e Thiago Lopes.

 

Após assistir à peça, a estudante Elaine de Paula Vilhena, 20, conta que entendeu a mensagem, e disse que vai doar sangue pela primeira vez. Na terça-feira, 28, e quarta, 29, os jovens vão participar de um mutirão de doação voluntária no Hemoap.

 “Trataram o tema com humor e isso faz com que a gente perceba mais a importância. Vou doar sangue pela primeira vez e vejo isso como um ato de amor à vida. Ajuda o próximo e ajuda a gente”, destacou.

 

O vice-governador Jaime Nunes esteve no lançamento e elogiou a iniciativa. Segundo ele, a campanha desperta um novo grupo que pode tornar-se doadores assíduos, e, assim, salvar vidas ao longo de vários anos.

“É um ato que precisa ser realizado durante todo o ano. Esses jovens começam a entender a importância da doação de sangue. A adesão será grande destes novos doadores, ajudando o abastecimento do banco do Hemoap”, finalizou Nunes.

 

Por: Anne Santos /  Foto: Philippe Gomes/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notcia