Plano de reflutuação do navio Anna Karoline III é aprovado e operações podem iniciar no domingo

Compartilhe:





O plano de reflutuação do navio naufragado Anna Karoline III foi aprovado pela Marinha do Brasil nesta quinta-feira, 12, e a informação foi divulgada em reunião do Comitê de Gerenciamento de Crise do Estado, no Palácio do Setentrião, em Macapá.

Com isso, a previsão é que a empresa contratada de forma emergencial pelo Governo do Amapá para realizar o serviço chegue ao local do acidente no domingo, 15. A reflutuação tem o objetivo tentar localizar vítimas dentro da embarcação.

O Anna Karoline III naufragou no dia 29 de fevereiro, no sul do Amapá. Desde o ocorrido, o Gerenciamento de Crise do Estado tem atuado com a prestação de serviço como resposta ao desastre.

De acordo com o porta-voz do comitê, Carlos Souza, que também é secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o plano de ação abrange etapas, como cuidados ambientais, e será acompanhado pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

“O processo envolve 30 profissionais, seis embarcações, como balsas e empurradores, e dois guindastes. Será uma verdadeira grande operação”, destacou.

Após a reflutuação, a embarcação vai passar por um protocolo segurança que conta com o apoio da Companhia de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar (PM/AP).

A Polícia Técnico-Cientifica (Politec) e a Capitania dos Portos devem periciar o navio para identificar as causas do naufrágio. Por fim, a embarcação será rebocada para um estaleiro em Santarém, no Pará.

 

Por: Andreza Teixeira /  Foto: Márcio Pinheiro/Governo do Amapá

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notcia