Polícia Civil prende um dos acusados da morte da dançarina de quadrilha






A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (12) um dos principais suspeitos do latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou a dançarina Carla Renata Souza Santos, de 17 anos, no dia 16 de  junho deste ano.

A prisão de Maicon Costa Nascimento, 29 anos, foi realizada no Bairro Universidade, zona sul da capital. O delegado da  Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, Celso Pacheco, expediu a prisão temporária de Maicon Costa.

“Ele nega a participação no crime, mas confirma que recebeu o celular e estamos tentando esclarecer esse crime. Ele já foi indiciado por receptação dolosa, que leva a pessoa ficar presa de 1 a 4 anos”, disse o delegado. A menina foi morta na noite de 16 de junho, quando voltava sozinha de um ensaio de grupo junino, no bairro Jesus de Nazaré.

Após alguns meses de investigação, a polícia chegou até o suspeito depois que ele postou o celular da vítima nas redes sociais. O delegado frisou que o pedido de prisão temporária do suspeito é, primeiramente, pelo crime de receptação.

O suspeito já tem passagem pela polícia pelo crime de roubo. Ele será ouvido pelo delegado e levado ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

Por Valter Negrão/aGazeta

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO