FAF e Justiça Desportiva discutem trâmites para volta dos clubes ao campo

Compartilhe:





Dando prosseguimento às tratativas para o retorno do futebol no Amapá assim que o poder público permitir a reabertura dos estádios, a presidência da Federação Amapaense de Futebol (FAF) e o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) reuniram nesta segunda-feira, 15, através de videoconferência, para discutir os trâmites necessários para o retorno dos clubes.

Arthur Lobo e Netto Góes, presidentes do TJD e da FAF, respectivamente, discutiram as orientações que devem ser dadas aos clubes quanto aos processos de contrato com os jogadores, que segundo a CBF, devem ser de, no mínimo, 90 dias.

Também foi discutido o andamento dos processos já impetrados no tribunal e quais suas penalidades em execução. Segundo o TDJ, nenhuma ação atual é capaz de suspender os campeonatos em suas eventuais voltas.

O diretor do Departamento Técnico da FAF, Manoel Figueira, também participou da reunião virtual e expôs os preparativos que seu setor tem organizado para o retorno das atividades, entre eles, o estudo para o encurtamento dos campeonatos com rodadas executadas em menos dias.

 

Retorno

A volta dos dois campeonatos abertos (Sub 17 e Profissional) dependem diretamente dos números da pandemia após a reabertura do comércio. A FAF segue a orientação da CBF em priorizar agora a saúde e a vida de seus atletas e colaboradores.


Marcelle Nunes
Jornalista - Macapá/AP

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notcia