Waldez e Davi firmam parceria para AmapĆ” realizar 5 mil cirurgias de catarata

Compartilhe:





O Governo do Amapá assinou nesta sexta-feira, 7, um Termo de Fomento com o Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate, conhecido popularmente como Capuchinhos, para realização de cerca de 7 mil procedimentos cirúrgicos de catarata e pterígio (carne crescida).

A parceria vai permitir mais acesso dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) às cirurgias. A triagem dos pacientes está prevista para iniciar a partir de 31 de agosto, respeitando os protocolos de prevenção à covid-19. A parceria será viabilizada com recursos de emenda parlamentar do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, no valor de R$ 6,4 milhões.

O senador Davi Alcolumbre comentou que a parceria é resultado de um esforço que vem sendo construído junto ao governo para reestabelecer a visão de milhares de amapaenses.

“A gente iniciou as tratativas para a realização dessa parceria ainda em 2019, quando pensei de que forma usaria essa minha emenda individual para a Saúde. Decidi investir nesse projeto, em parceria com uma instituição que temos total confiança. Essa assinatura estava prevista para acontecer em março, mas a pandemia atrapalhou, e só pudemos consolidar no dia de hoje”, explicou o presidente do Senado.

O governador do Amapá, Waldez Góes, disse que a parceria busca beneficiar cerca de 7 mil pacientes que aguardam a realização desses procedimentos. Segundo a central de vagas do Estado serão em torno de 5 mil cirurgias de catarata 2 mil cirurgias de pterígio.

“Esse é um momento muito importante, que traz uma solução às carências inerentes a saúde. O valor destinado para a parceria é suficiente para zerar uma demanda reprimida de cirurgias de catarata e pterígio ainda em 2020”, destacou o governador.

O diretor do Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate, Frei Carlos Pestana, agradeceu a confiança do Governo do Amapá e do senador Davi Alcolumbre, que escolheram a instituição para coordenador esta ação de saúde.

“Eu comemoro com muita alegria e gratidão essa confiança. O Governo do Estado vem sendo há muitos anos as pernas da nossa instituição, sempre atendendo nossos anseios e possibilitando que a gente possa seguir com nossas obras sociais”, frisou Pestana.

Economia

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Juan Mendes, a realização dessa parceria poderá trazer uma economia de até 40% nos procedimentos de Tratamento Fora de Domicílio (TFD). Atualmente 150 pacientes de catarata beneficiados pelo TFD custam anualmente aos cofres públicos R$ 641 mil.

“Esse projeto vai beneficiar 5 mil pessoas com cirurgia de catarata e 2 mil cirurgias de pterígio, mas podendo chegar a mais de 80 mil procedimentos entre consulta e ultrassom ocular”, reforçou o secretário.

 

Por: Gabriel Dias /  Foto: Marcelo Loureiro

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notķcia