Mais Visão: programa fará mais de 7 mil cirurgias e recebe últimos preparativos na estrutura

Compartilhe:





Estão nos últimos preparativos a montagem da estrutura do programa Mais Visão, que irá realizar mais de 7 mil cirurgias de catarata e pterígio em pacientes da rede estadual de saúde. Os procedimentos iniciam na segunda-feira, 7, no Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate, conhecido popularmente como Capuchinhos.

No início de agosto o governador do Amapá, Waldez Góes, assinou o Termo de Fomento com o Centro, que viabiliza a realização dos procedimentos. Os recursos para custear as cirurgias são fruto de emenda parlamentar do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, no valor de R$ 6,4 milhões.

Além da estrutura dos consultórios clínicos, também foram montadas salas e uma carreta completamente equipada para os exames pré-operatórios. As três salas de cirurgia, que ficam no espaço físico dos Capuchinhos, onde serão feitos os procedimentos, contam com equipamentos completamente computadorizados e de última geração.

Todo o espaço foi preparado de forma a respeitar as recomendações de distanciamento social.

 

Atendimentos

Inicialmente será dada prioridade aos pacientes oftalmológicos cadastrados no programa de Tratamento Fora de Domicílio (PTFD) e pacientes que já estão na fila aguardando cirurgia de catarata ou pterígio, que já estão sendo contatados para agendamento das consultas.

Só passarão pela triagem pacientes que possuam nome na lista e estejam devidamente cadastrados na Central de Regulação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Em média serão realizados entre 70 e 100 procedimentos por dia, todo o espaço foi adequado para que os procedimentos fossem realizados com total segurança para os pacientes e profissionais. Procedimentos e cirurgias oftalmológicas de emergência continuarão a ser realizados na rede estadual.

 

Triagem

O paciente será primeiro chamado para um exame clínico em que será verificado se ele está com covid-19, caso seja considerado um caso suspeito ele seguirá para realização do teste rápido, se for um caso confirmado o seu atendimento será reagendado após o desaparecimento dos sintomas para uma nova avaliação.

Nos casos negativos, os procedimentos são marcados para o dia seguinte, com o paciente sendo orientado sobre os cuidados com a higienização correta dos olhos e preparativos antes da cirurgia.

Antes da cirurgia são feitos todos os exames pré-operatórios com as imagens analisadas pelo médico oftalmologista em tempo real. É essencial que o paciente leve um acompanhante que possa auxiliá-lo após a cirurgia.

Após a cirurgia o paciente e acompanhante são orientados sobre os cuidados necessários e recebem um kit de cuidados com óculos de proteção e os colírios utilizados no pós-operatório.

 

Por: Claudia Cavalcanti /  Foto: Maksuel Martins/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notcia