20ª EDIÇÃO DA PARADA DO ORGULHO LGBTQIA+ OCORRE EM FORMATO DE LIVE COM SHOW, PERFORMANCES E DISCURSOS

Compartilhe:





No último domingo, 27, ocorreu a XX Parada do Orgulho LGBTQIA+, em formato de Live, que reuniu vários representantes do movimento, além de apresentarem show e performances durante 5 horas de transmissão. Devido à pandemia, este ano não pôde ocorrer a Parada como nos outros anos, com caminhada pela orla do Santa Inês.

Mas os 20 anos não podiam ficar em branco. Segundo o coordenador da Parada, André Lopes, que, junto com outros organizadores, optou por uma apresentação online para o público maior e reuniu os principais colaboradores no bar Sankofa para celebrar o momento, seguindo os protocolos de prevenção do novo Coronavírus. “Inauguramos um novo espaço, que é a rede social, um local que tanto somos atacados em nossos direitos. Fizemos um grande evento, tivemos diversos compartilhamentos, vários comentários e recebemos muito apoio, muitas pessoas assistindo em suas casas”, disse.

“Para nós, foi muito importante, pois percebemos que as pessoas sentiram muita saudade da parada. Esperamos que, no ano que vem, possamos estar na rua, em contato com as pessoas, com o carinho, sorriso e alegria de todos.  Obrigado aos parceiros do movimento, que ajudam, que constroem dia a dia nossos direitos, que lutam e nos fortalecem, aos apoiadores que acreditam em dias melhores”, ressaltou André Lopes.

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, enviou uma mensagem pela Live ao movimento LGBTQIA+ e a todos que assistiam à parada, relembrando a participação da prefeitura no apoio à realização da parada ao longo de sua administração, e falou sobre o respeito as diferenças e a luta por uma sociedade mais igualitária. 

“Este ano, infelizmente, não pudemos ocupar as ruas, fazendo aquela grande festa. Mas não deixamos passar em branco, ainda mais essa edição tão especial para mim. São vinte anos de parada, vinte anos de luta, vinte anos de reconhecimento de direitos. Como prefeito, participei de várias paradas. Só não fui quando não pude ir mesmo, mas em todas a prefeitura foi grande apoiadora desse movimento, pois acreditamos em uma sociedade mais justa, igual para todos”, destacou.

Para abrilhantar o evento, tiveram apresentações musicais dos artistas Jhimmy Feiches, PagoDelas, Michele Maycoth, Rafa Esteffans, e Ruan Mikael. Além das performances das drags amapaenses Samira Catuaba, Monique Mactan, Savannnah Destruction, Nikka Furiosa, Olívia Ponderatto, Naomi Kordeii, Nátaly Rodrigues, Lobotomy, Aura e Ísis Goulart.

 

Pérola Pedrosa / Foto: Max Renê

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notcia