Alap renova Termo de Auxílio com Associação Educadora Capuchinhos para custeios e aquisição de equipamentos






O presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), deputado Kaká Barbosa (PR), renovou na manhã desta sexta-feira (6) o Termo de Auxílio com a Associação Educadora Capuchinhos, no valor de R$ 180 mil, divididos em 12 parcelas, o que vale a R$ 15 mil mensal. No mesmo termo, o Poder Legislativo libera o recurso de R$ 180 mil para a aquisição de dois equipamentos para análises clínicas.

A assinatura contou com a participação do procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual, Márcio Augusto Alves, do promotor de Justiça Laércio Mendes e do diretor do Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate, frei Carlos Pestana.

O procurador-geral parabenizou o presidente do Poder Legislativo pela iniciativa, pelo comprometimento com as entidades que mantêm trabalho filantrópico para o bem-estar da população e por procurar o Ministério Público para que tudo fosse feito dentro da lei. “Não posso deixar de parabenizar o presidente Kaká Barbosa pela atenção dada aos capuchinhos, que desenvolvem um trabalho fantástico com a população mais carente. Estamos felizes por fazermos parte desse momento, e parabenizar também o MPE, que se esforçou para a assinatura deste termo”, elogiou Márcio Augusto Alves.

O presidente agradeceu as palavras do procurador-geral e assegurou que o Legislativo atuará sempre em harmonia e continuará com o compromisso social. “O termo deveria ter sido assinado antes, mas precisávamos da avaliação do Ministério Público sobre a legalidade do documento e obtivemos a resposta desejada. Hoje sacramentamos com a participação de todos”, destacou Kaká Barbosa.

Para o presidente, o termo vai além de ajudar nos custeios, como foi feito no ano passado. Desta vez, a presidência da Casa possibilitará a aquisição de dois equipamentos para análises clínicas, que modernizará o laboratório dos capuchinhos. “Sabemos do compromisso dos capuchinhos com a população e o que queremos é contribuir com a melhoria dos serviços ofertados”, sustenta.

O diretor dos Capuchinhos, Frei Carlos Pestana, lembrou que em 2014 foi inaugurado o Centro de Odontologia. “O sonho do nosso Frei Apolônio era com o laboratório, ele se foi e o sonho continuou, e hoje, com a compreensão e empenho do presidente Kaká Barbosa, estamos realizando o nosso sonho e do frei Apolônio”, ressaltou.

De acordo com o frei Carlos Pestana, uma das máquinas de análises clínicas permite a realização de duzentos exames por hora. “Temos a certeza que com esses equipamentos iremos ofertar um serviço com maior qualidade e eficiência à população”, contou e ressaltou: “É impossível caminhar sozinho e hoje temos dois parceiros importantíssimos para a manutenção dos capuchinhos, a Assembleia Legislativa e o Governo do Estado”.

Os capuchinhos atendem em média sete mil pessoas por mês. Com a aquisição dos equipamentos, a tendência é aumentar o número de atendimentos.

 

Texto: Emerson Renon

Fotos: Jaciguara Cruz

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO