Governo renova convênio com Capuchinhos e garante a ampliação de serviços de saúde






O Governo do Estado assinou nesta quinta-feira, 10, o aditivo do Termo de Fomento com o Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate, conhecido popularmente como Capuchinhos. O modelo de convênio garante a continuidade da oferta de serviços gratuitos de saúde, por meio da entidade filantrópica na capital Macapá. O evento contou com a participação de usuários dos serviços e profissionais da instituição.

O recurso fixado pelo termo é de R$ 1,125 milhão, dividido em doze parcelas de R$ 93,7 mil. O valor será utilizado para folha de pagamento de 116 profissionais da saúde, que prestam atendimento no local. Segundo o diretor do centro, Frei Carlos Pestana, o Termo de Fomento mantém 90% das atividades filantrópicas desenvolvidas, diariamente.

"Os serviços aqui são disponíveis todos os dias à população. E nós temos conseguido fazer isso, graças ao convênio com o Estado. O recurso é utilizado para o pagamento de profissionais, insumos, medicamentos, equipamentos, dentre outros custos da saúde", informou o frei.  

O convênio com os Capuchinhos também possibilitou a estruturação física da entidade que, atualmente, conta com 68 ambientes para o atendimento à saúde. O governador Waldez Góes aproveitou para conhecer os espaços e conversar com os usuários do centro.

A entidade oferta mais de 24 mil atendimentos mensais e, aproximadamente, 290 mil anuais, que abrangem cerca de 30 procedimentos e especialidades. Os serviços como acupuntura, exames laboratoriais, eletrocardiograma, atendimento com cardiologista, cirurgião pediátrico, clínico geral e dermatologista, são ofertados gratuitamente para a população. A prioridade são usuários declarados de baixa renda.

O convênio com os Capuchinhos existe há cerca de 20 anos e foi renovado em 2017 como Termo de Fomento, em função de mudanças na legislação. O processo para garantir o repasse de valores vinha sendo conduzido pelo governador Waldez Góes desde o início da gestão.

"Nós temos uma política de apoio aos projetos sociais que assistem àquelas pessoas mais carentes. E os Capuchinhos é uma referência pelo trabalho social que desenvolve, principalmente, voltado à saúde. Esse propósito de cuidar das pessoas também é um dos nossos compromissos de governo", ressaltou o chefe do Executivo.

Desde o ano passado, a parceria tem possibilitado a ampliação dos serviços através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Em outubro de 2017, por exemplo, a assistência ao pré-natal de alto risco e consultas ginecológicas foram transferidas para o Centro de Promoção Humana, liberando espaço para novas enfermarias e leitos na maternidade. “Foi uma das medidas para reorganizar o atendimento no Hospital da Mulher Mãe Luzia, única maternidade que atende usuárias de todo o Estado”, justificou o titular da Sesa, Gastão Calandrini.

O secretário de Estado da Saúde acrescentou que a parceria possibilita desafogar o atendimento na rede hospitalar, uma vez que, por ano, são cerca de 290 mil atendimentos feitos pelo Capuchinhos. “Por isso a importância de se manter o convênio”, reforçou Calandrini.

Por: Elmano Pantoja / Foto: Marcelo Loureiro/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO