Papaléo Paes renuncia ao cargo de vice-governador






Em coletiva de impressa realizada nesta terça-feira, 07, no Palácio do Setentrião, o médico cardiologista Papaléo Paes renunciou ao cargo de vice- governador, mandato que deveria cumprir até o dia 31 de dezembro de 2018. Paes alegou o descumprimento de acordos políticos por parte do governador Waldez Góes, que anunciou no último sábado o nome do empresário Jaime Nunes como seu vice na chapa à reeleição.

Papaléo contou sua trajetória de vida aos jornalistas presentes e ressaltou que durante os anos de mandato no governo sempre manteve relação cordial e respeitosa com Waldez e que por esta razão, o desfecho que lhe tirou da chapa de Góes o teria decepcionado.

O vice- governador leu sua carta de renúncia e após a coletiva a protocolou na Assembleia Legislativa para as devidas providências.

Leia a carta de Papaléo:

 

 

 

 

Resposta Gea

O Governo do Amapá emitiu nota sucinta de esclarecimento sobre o assunto, destacando que a renúncia de Papaléo é uma de decisão pessoal.

Veja a nota na íntegra 

       “1.  A renúncia do atual vice-governador é uma decisão de foro estritamente pessoal;

  1. O Amapá vive plenamente o ambiente de amadurecimento e estabilidade de suas instituições;
  2. A decisão do vice-governador deve ser respeitada como parte do processo democrático.”

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO