Contratação de executivos pode indicar o surgimento de mais vagas de emprego






O número de contratações é o mais alto desde 2015

A contratação de profissionais cuja remuneração é superior a dez salários mínimos no primeiro semestre deste ano foi a melhor desde 2015, de acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego. Neste período, cerca de 35 mil pessoas foram admitidas nas faixas salariais mais altas. A melhor notícia é que a admissão de alto executivos, especialmente em áreas do Recursos Humanos, pode indicar mais contratações futuras já que a chegada de um profissional de liderança na empresa exige novos liderados.

A recolocação no mercado de trabalho nem sempre é algo simples. E a dificuldade aumenta para os profissionais que procuram vagas com maiores salários e em cargos de gerencia ou diretoria. Por outro lado, encontrar profissionais com o perfil adequado para determinadas funções que exigem mais qualificação também pode não ser fácil para os departamentos de recursos humanos de algumas empresas.

É a partir dessa necessidade de empregadores e empresas que surge o trabalho de consultorias especializadas como a Talento RH Executive Search, uma empresa líder em recrutamento especializado em nível nacional, que foi fundada em 2004 na Bahia e é responsável por encontrar os melhores talentos para cargos de média e alta gerência, nas mais diversas áreas e setores.

Segundo Agda Lima, Headhunter, Coach e sócia da Talento Rh, a sua empresa é contratada para encontrar o profissional compatível com a posição que seu cliente necessita. “O diferencial de um Headhunter é ter uma rede de relacionamentos enriquecida e bem construída por anos de carreira. O anúncio de vagas desse nível é um recurso que só ocorre quando as abordagens aos profissionais convidados para o processo não produzem boas opções e os profissionais “hunteados” não têm interesse em avaliar a proposta e o leque de opções precisa ser diversificado”, explicou Agda.

Adga também ressalta que a facilidade ou dificuldade para encontrar um profissional de alto nível depende de uma série de fatores como estilo de gestão do contratante, nível de flexibilidade com relação ao perfil do cargo, porte da empresa, agilidade na decisão da contratação, entre outros. Além disso, existem algumas exigências no momento da contratação. “Em geral, o profissional que irá ocupar um cargo de alto nível deve ser referência no mercado em sua área de atuação. Atualmente, uma formação de alto nível aliada a uma experiência e domínio de áreas estratégicas para o negócio são diferencias competitivos e uma formação complementar em áreas como jurídica, Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Financeira são muito apreciadas pelos contratantes atuais”, assegurou a headhunter.

Um levantamento da Exec, outra consultoria especializada na seleção de executivos de alto escalão, analisou que a área comercial foi uma das que mais gerou contratações em 2017 e ocupou a primeira posição entre os perfis mais procurados pelas empresas – o equivalente a 24% das vagas. Em segunda posição, encontra-se a área de finanças, com 15,2% dos cargos.

Segundo a consultoria, o índice não só indica a volta dos investimentos, mas pode gerar ainda mais vagas de emprego. Porque com novos contratados ocupando posições de comando, a chance de reestruturação nos setores pelos quais respondem é grande o que proporcionará, certamente, a chance de abertura de oportunidades em funções mais baixas.

Para um profissional alcançar cargos tão elevados é necessário atualização constante. E se você está em busca de uma especialização para conquistar o cargo de gerência na empresa em que trabalha, saiba que pode contar com apoio do Educa Mais Brasil. O programa oferta bolsas de estudo para várias modalidades de ensino. Acessando o site do programa, você pode conseguir até 50% de desconto para fazer uma pós-graduação na área de Gestão. 

 

Fonte: Bárbara Maria – Ascom Educa Mais Brasil

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO