Empresário investigado por sequestro e morte de homem que teria roubado loja é preso no AP

Compartilhe:





Um empresário de 38 anos investigado pelo sequestro e morte de João Nazareno Fernandes, de 26 anos, em abril, foi preso na manhã desta quarta-feira (17) no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá.

De acordo com a Polícia Civil, o empreendedor do segmento de automecânica, que não teve o nome informado, praticou os crimes após suspeitar que João teria roubado o estabelecimento do qual é dono.

O mandado de prisão temporária foi cumprido pela Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Decipe), responsável pela investigação.

Na residência do empresário foi apreendida uma pistola e mais de 100 munições, além de R$ 186 mil em dinheiro. A quantia estava escondida no fundo falso de um veículo, segundo a corporação.

A polícia vai investigar a origem do dinheiro e se a pistola foi usada na morte de Fernandes. Também será apurado se o empresário tinha autorização para portar o armamento.

"Nós conseguimos evidenciar, por meio da investigação, que ele esteve no local do crime na noite em que o rapaz foi executado. Ele levou a vítima do município de Santana para matar em Macapá, no distrito do Coração", detalhou o delegado Wellington Ferraz, titular da Decipe.

Wellington Ferraz, titular da Delegacia de Homicídios — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

A defesa foi procurada pela Rede Amazônica, mas até última atualização desta reportagem preferiu não se pronunciar sobre o caso. A prisão ocorreu por volta de 9h na casa do empresário, que fica nos altos da loja que ele gerencia, no bairro Remédios.

O suspeito foi apresentado no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, onde será interrogado antes de ser encaminhado para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). A prisão temporária é válida por 30 dias.

O crime aconteceu no dia 24 de abril, três dias após o suposto roubo, num ramal no distrito do Coração. Um dia depois, o corpo foi encontrado por moradores com marcas de tiros.

De acordo com a polícia, a vítima teria sido colocada num carro e levada até o local a fim ser executada.

 

Fonte: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2020/06/17/empresario-investigado-por-sequestro-e-morte-de-homem-que-teria-roubado-loja-e-preso-no-ap.ghtml / Foto: Polícia Civil/Divulgação

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO