Celulares e facas são apreendidos em presídio no AP durante ação de combate ao crime organizado

Compartilhe:





Uma vistoria realizada no cadeião do Instituto de Administração penitenciária do Amapá (Iapen), na Zona Oeste de Macapá, apreendeu 11 celulares e 3 armas brancas artesanais nesta sexta-feira (14). A ação foi realizada pela Polícia Civil e o Grupo Tático Prisional.

Os agentes realizaram a busca visando apreender o celular de um dos detentos do presídio, de 30 anos de idade, que é suspeito de tentativa de homicídio. Ele é acusado de ordenar a execução de outro homem, de 20 anos, que, segundo a polícia, era membro da mesma organização criminosa do interno.

O crime aconteceu no dia 24 de julho, quando a vítima levou 4 tiros em Mazagão, distante 32 quilômetros da capital, mas não morreu.

De acordo com a Polícia Civil, a cela onde os celulares e as armas foram apreendidas fica no Pavilhão F2. Os materiais subsidiam a investigação que ainda estava em andamento até a última atualização desta reportagem.

O delegado responsável pela vistoria, Anderson Ramos, da Delegacia de Polícia (DP) de Mazagão, detalhou que o preso cumpre pena por 3 homicídios. A investigação identificou que o motivo do crime foi porque a vítima tentou integrar outra organização criminosa, rival à qual o detento chefiava.

“Até o momento, que a vítima se encontra internada em estado grave, o detento, que foi o mandante do crime, será indiciado por tentativa de homicídio. Caso a vítima venha a óbito, responderá por homicídio consumado. Quanto ao executor, continuamos investigando para tentar identificá-lo”, finalizou Ramos.

 

Fonte: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2020/08/14/celulares-e-facas-sao-apreendidos-em-presidio-no-ap-durante-acao-de-combate-ao-crime-organizado.ghtml / Foto: Polícia Civil/Divulgação

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO