No AP, 7 detentos beneficiados pelo indulto no fim de ano não retornaram ao presídio






Por Rita Torrinha, G1 AP, Macapá

Dos 235 detentos beneficiados pela Justiça com a saída temporária de fim de ano, 7 ainda não retornaram ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) no período determinado e já são considerados foragidos. A informação é da tarde desta sexta-feira (5), da direção do presídio.

Um dos internos que deveria ter se apresentado até o dia 30 de dezembro de 2017 era Jhone Oliveira da Silva, que foi morto a tiros na quarta-feira (3), no bairro Novo Horizonte, na Zona Norte de Macapá. Segundo o pai da vítima, ele voltaria no dia seguinte ao Iapen.

As saídas foram concedidas no Natal e no Ano Novo por um prazo entre 4 e 7 dias de liberdade. Os 7 foragidos tinham que ter retornado ao instituto até o dia 30. Outros 37 apenados têm até às 19h do domingo (7) para voltarem para o presídio.

“Vamos esperar terminar o prazo de retorno de todos para fazer a contagem e, após isso, emitir ordem de busca aos foragidos e encaminhar aos veículos de comunicação a foto deles. Além de informar à Vara de Execuções Penais”, disse o diretor Lucivaldo Costa.

O índice de evasão desse primeiro grupo foi de 4%, considerado a média normal anual. Os detentos que não retornarem, quando capturados perdem algumas regalias, como por exemplo, o direito de trabalhar fora do presídio, retornando apenas mediante decisão judicial.

Fonte: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/no-ap-7-detentos-beneficiados-pelo-indulto-no-fim-de-ano-nao-retornaram-ao-presidio.ghtml

Foto: John Pacheco/G1

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO