Manejo de tracajás de água doce é tema de curso na Embrapa Amapá






O foco é a criação de tracajás para comercialização

 

A Embrapa Amapá realiza nos dias 1º e 2 de março o curso “Manejo produtivo de quelônios de água doce em cativeiro”, no auditório da instituição, tendo como ministrante a pesquisadora Jamile da Costa Araújo, do núcleo de pesquisas em aquicultura e pesca. A parte prática do curso será conduzida na Unidade Demonstrativa instalada na área da Embrapa Amapá, na tarde do dia 2 de março, sexta-feira. O curso é gratuito e tem como público-alvo extensionistas, agentes e líderes comunitários e aquicultores que aguardavam esta oportunidade no cadastro de reserva de inscrições.  De acordo com Jamile Araújo, a programação consta de apresentações teóricas e procedimentos práticos, pela manhã e à tarde, abordando legislação, espécies e suas características, medição da altura dos tracajás, contenção física, instalações, sistemas de produção, bem-estar e comportamento animal, sanidade e controle produtivo.

 

Tracajá - O tracajá é uma das espécies mais capturadas para consumo na Amazônia brasileira – integrando a lista de animais vulneráveis à extinção -, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e a Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção. Além de ser a espécie mais apreendida pelo órgão fiscalizador de tráfico de animais silvestres, no Amapá (2005 a 2009), totalizando 35,55% das apreensões. Este fato demonstra o alto grau de uso desta espécie pela população no estado, a qual consome a carne e ovos destes animais de vida-livre, comprometendo de forma drástica a manutenção dos estoques naturais. Uma espécie com boa condição para criação em cativeiro, o tracajá é de fácil adaptação às condições de manejo de criação e de boa aceitação pelos consumidores. A produção comercial em cativeiro é uma alternativa para reduzir o tráfico, gerar renda para as comunidades e contribuir para a preservação da identidade cultural das mesmas, já que consumir esta espécie faz parte da cultura amazônica.

 

Projeto AmapaJá - A oferta deste curso faz parte do projeto “Produção de tracajá em cativeiro como alternativa sustentável para o desenvolvimento amazônico” (AmapaJá), financiado pelo Banco da Amazônia. O projeto foi selecionado por meio de edital de seleção pública publicado pelo banco para apoio financeiro, com o objetivo de apoiar atividades de pesquisa científica e tecnológica que contemplam transferência de tecnologias. Desenvolvido pela Embrapa Amapá, o projeto é voltado para sistema de produção comercial do tracajá (Podocnemis unifilis) em cativeiro na Amazônia.  

  

Mais informações: (96) 3203- 0282 / (96) 98144-7995.


Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96
Telefone: + 55 (96) 3203-0287 / 3203-0200
www.embrapa.br/amapa I fb.com/embrapa I  twitter.com/embrapa

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO