Santana contará com um Gabinete de Governo a partir de 2019






A partir de 2019, o município de Santana contará com um Gabinete de Governo. O mecanismo aumentará a presença física de gestores estaduais na região, para estreitar o diálogo com a comunidade e lideranças políticas, e assim, conjuntamente, buscar soluções às demandas locais. O anúncio foi feito pelo governador Waldez Góes, nesta terça-feira, 27, durante agenda da equipe de Governo em Santana.

Conforme explicou Góes, Santana receberá o projeto piloto, por ser o segundo maior município do Amapá e pela sua proximidade com a capital. As tratativas para a implantação já serão iniciadas e, conforme afirmou o governador, será uma das ações adotadas para melhorar ainda mais a atenção aos municípios do Amapá, com gestores mais próximos da sociedade e acompanhando mais de perto as demandas que competem ao Estado.

"A ideia é descentralizarmos e modernizarmos a gestão. Estando fisicamente mais presentes, conseguiremos resolver demandas mais rapidamente, estreitar ainda mais a relação com a sociedade, líderes religiosos, políticos, e tornar Santana uma cidade ainda melhor de se viver", frisou o governador Waldez Góes, acrescentando que, posteriormente, a pretensão é de levar a experiência para o Oiapoque e Vale do Jari.

Conforme destacou o chefe do Executivo amapaense, com o gabinete, haverá um melhor acompanhamento de ações atuais e futuras, como as obras de mobilidade urbana no município. “Para o próximo mandato, Santana deve receber cerca de 35 km de pavimentação. Ao todo, serão 200 km em todo o Estado”, pontuou Góes, lembrando que nessa gestão, Santana foi contemplada com 23 km de ruas e avenidas pavimentadas e sinalizadas. O município ainda recebeu investimentos nas áreas de infraestrutura e saúde, como a Clínica da Vida.

O prefeito de Santana, Ofirney Sadala, mencionou que esse mecanismo é mais uma demonstração do forte apoio dado pelo Governo do Amapá em diversas frentes de trabalho no município. “A aproximação, o olhar cuidadoso, o compromisso do governo com Santana, sempre existiram. Essa é mais uma demonstração de que o povo santanense pode esperar por mais desenvolvimento, por mais qualidade de vida”, salientou o prefeito.

 

Apoio

A líder comunitária do bairro Nova Brasília, Aldiléa Cavalcante, manifestou sua satisfação com a novidade. Ela pontuou que Santana possui 33 comunidades, que precisam desse olhar atencioso e efetivo. “Nessa gestão sempre tivemos espaço para expor as nossas demandas, sempre fomos ouvidos. Agora, com um gabinete no nosso município, será uma grande vitória, o governo ainda mais próximo de nós”, comemorou Aldiléa.

 

A presidente da Câmara Municipal de Santana, vereadora Helena de Lima, destacou a importância desse projeto. “Nosso município está crescendo, mas não conseguiríamos avançar sozinhos. As lideranças políticas e o povo precisam desse braço de apoio que o governo sempre deu, mesmo em meio à crise que ultrapassou. Vamos conseguir sanar problemas simples que, às vezes, com a distância entre os municípios, se tornavam difíceis. Estamos muito otimistas com a notícia”, concluiu a presidente.

Desenvolvimento, emprego e renda

Durante a agenda no município, a equipe de Governo reuniu com lideranças comunitárias, religiosas, vereadores e representantes do Executivo municipal, além de deputados estaduais, reafirmando, inclusive, políticas de desenvolvimento, que contemplarão todos os municípios. Uma delas é a de isenção de impostos sob bens imobilizados – equipamentos -, para empresas que queiram se instalar no Amapá.

Com isso, aumenta-se o número de empreendimentos atuando e, consequentemente, cresce a arrecadação do Estado com a produção desses negócios, além de gerar emprego e renda. Com mais arrecadação, o Executivo pode investir ainda mais nas áreas sociais, como saúde, segurança e educação.

Por: Eloisy Santos /  Foto: Marcelo Loureiro / Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO