Previdência: Waldez defende reforma justa e que melhore situação fiscal do país

Compartilhe:





O governador do Estado do Amapá, Waldez Góes, defende que o novo projeto da reforma da previdência tem que ser justo e melhorar a situação fiscal do país. O posicionamento está sendo colocado na 5ª Reunião do Fórum de Governadores, que ocorre nesta terça-feira, 11, em Brasília (DF).

“É preciso discutir alguns pontos que prejudicam aqueles menos favorecidos e, em alguns casos, até aumentando privilégios para outros segmentos”, argumentou o chefe do Executivo amapaense na capital federal.

O governador do Amapá também deixou seu posicionamento muito claro em defesa dos professores, mulheres e a aposentadoria rural. “Tivemos a oportunidade de abordar todos esses pontos e o relator foi bastante sensível às nossas ponderações”, frisou Góes.

O relator do projeto, Samuel Moreira, comprometeu-se em revisar todas as colocações feitas pelos governadores e dar uma resposta na próxima reunião do fórum, que acontece mensalmente.

Os 21 chefes do Executivo que participam da 5ª Reunião do Fórum de Governadores estão discutindo os pontos a serem aprovados na Reforma da Previdência, a fim de que cheguem a um consenso.

Também participam do encontro o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência, Marcelo Ramos, e o relator do projeto, Samuel Moreira.

 

Por: Gabriel Dias /  Foto: Patrick Almeida / Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO