Ministra vem ao Amapá tratar de igualdade racial com movimentos sociais

Compartilhe:





Depois de aderir ao Sistema Nacional de Igualdade Racial (Sinapir), em maio deste ano, agora o Amapá entra na fase de capacitação para acesso ao sistema. O curso ocorrerá esta semana, de 10 a 12 de julho, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amapá (OAB/AP), em Macapá.

Um dia antes, terça-feira, 9, a secretária nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Sandra Terena, chega a Macapá para cumprir agenda até sexta-feira, 12, quando encerra a capacitação. Também estará no Amapá o presidente da Fundação Cultural Palmares, Vanderlei Lourenço.

A vinda de Sandra Terena é resultado de uma visita institucional do secretário extraordinário de Políticas para Afrodescendentes (Seafro), Aluizo de Carvalho, feita no mês passado, em Brasília (DF). “O Sinapir é uma grande ferramenta para o fortalecimento das políticas de igualdade racial e precisa ser acessada, tanto pelo Estado, quanto pelos municípios”, incentivou Carvalho.

Além de participar da capacitação, Terena discutirá políticas de igualdade racial com movimentos sociais e culturais. Ela também terá uma agenda com a secretária extraordinária dos Povos Indígenas do Amapá (Sepi), Eclemilda Maciel.

Capacitação

O curso é voltado para os municípios que já possuem órgãos de promoção da igualdade racial ou que estão com esses órgãos em fase de implantação. Já estão confirmados os municípios de Macapá, Santana, Tartarugalzinho, Oiapoque e Calçoene.

A capacitação será ministrada por Guilherme Mansur Dias, pós-doutorado Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), doutorado em Antropologia Social Universidade Estadual de Campinas, mestrado em Antropologia Social Universidade Estadual de Campinas e bacharel em Ciências Sociais Universidade Estadual de Campinas.

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO