Associação Médica Brasileira pede medidas efetivas da Saúde do Estado

Compartilhe:





Com a chegada do novo vírus COVID-19 no Amapá (Corona Vírus), a Associação Médica Brasileira (AMB) preocupada com um possível aumento de números de casos de infecção, encaminhou ofício nesta segunda-feira, 16, ao gabinete do governador do Amapá, Waldez Góes.

Como possuímos uma estrutura de saúde limitada para o tratamento e para atender muitas pessoas ao mesmo tempo, a instituição solicita que a equipe de Governo antecipe-se tomando medidas efetivas para o combate à disseminação do vírus.

Uma medida solicitada foi que seja encaminhada solicitação ao Governo Federal para fechar a fronteira com a Guiana Francesa, que possui casos confirmados de pessoas infectadas pelo COVID-19. Como o Amapá não possui ainda nenhum caso confirmado, essa seria uma forma de prevenção da população.

A associação solicita o fechamento da fronteira a nível emergencial.

Para a Associação, essas medidas são importantes para que haja um controle maior e mais efetivo do fluxo de pessoas que entram na cidade. É necessário um posicionamento do Governo quanto às ações a serem tomadas ainda esta semana.

A Associação também solicita participar das decisões de maneira a ajudar no que for possível para que todos em uma grande “aliança” possam evitar o caos em Macapá.

(Daycianne Corrêa)

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO