Congresso do Povo: primeira plenária na zona norte reúne centenas de pessoas






A maior plenária até agora feita pelo Congresso do Povo reuniu na noite de quarta-feira, 12, centenas de moradores na quadra da Escola Lima Neto. Nem mesmo a forte chuva impediu que residentes do Infraero I e II, Açaí, São Lázaro, Ilha Mirim, Parque dos Buritis, Palmares, Liberdade, Brasil Novo, Amazonas, Morada das Palmeiras, Boné Azul, Macapaba e Vitória Régia atendessem ao convite da Prefeitura de Macapá para a participação popular na construção do Plano Plurianual (PPA).
 
A zona norte, praticamente uma cidade dentro de outra, expôs, por meio da voz de lideranças comunitárias e populares, suas reivindicações, seus questionamentos e seus sonhos. O modelo participativo da atual gestão, pelo que se viu durante a plenária, enquadrou-se perfeitamente no método que a população tanto necessita: ser ouvida.
 
Para a presidente da Associação dos Sem Chão do Município de Macapá, Ilcimar Costa, que “luta” há três anos pelo direito de moradia em uma área ocupada por 218 famílias no Parque dos Buritis, esta oportunidade não poderia ser perdida. “Este é um momento em que estamos próximos as pessoas que decidem os caminhos e o futuro da cidade. O prefeito tem nos atendido e é um homem e um gestor sensível à nossa causa e ao nosso sofrimento. Estamos aqui para fortalecer o congresso, porque sabemos que é uma maneira legal, democrática, para sermos ouvidos e, com a ajuda de Deus, atendidos”.
 
Nete Cardoso, que também preside uma associação no bairro Boné Azul, chamou os moradores para a escuta popular. “A nossa comunidade clama por abrigos de ônibus, por ruas asfaltadas. A BNB, uma de nossas vias, foi asfaltada pela metade na gestão do outro prefeito e viemos buscar que este conclua o que outros não concluíram. Mas, já avançamos muito. Nosso bairro foi o segundo atendido depois que a prefeitura assumiu a iluminação pública e hoje estamos com o bairro iluminado. Temos muito que agradecer por isso”.
 
O prefeito Clécio Luís ressaltou que o Congresso do Povo é um canal de comunicação aberto com a população. “Viemos aqui para ouvir e colocar o ‘dedo na ferida’ mesmo. Pelo que pude perceber, neste primeiro momento, as questões mais urgentes são a pavimentação das ruas e a iluminação pública e, certamente, serão prioridade. Muitas dessas e de outras demandas começarão a ser feitas já no verão e o que requer mais investimento será executado com o PPA. O importante é que viemos para ouvir, dar ‘a cara a tapa’ para corrigir os rumos do que ainda não foi feito. Tem muito trabalho pela frente e esta é apenas a primeira das nossas reuniões”.
 
Foram eleitos 16 novos conselheiros, que irão compor o braço participativo e democrático da população dentro da gestão municipal durante todo o período da atual gestão.
 
Por Ruth Helena Carrera / Foto: Rui Brandão

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO