Devido à intensidade das chuvas, Comissão de Transporte averigua estrada que dá acesso ao Maracá






Os deputados membros da Comissão de Transporte e Obras Públicas (CTO) da Assembleia Legislativa do Estado (Alap) cumprem uma extensa agenda de trabalho em Mazagão, no sul do Amapá. Dentre as atividades está a verificação de ramais, estradas e pontes no interior do município. Nesta quarta-feira (23), a caminho do distrito do Maracá, parlamentares averiguaram as deficiências na estrada.

“A gente observa que há necessidade de uma manutenção constante, pois as fortes chuvas danificam boa parte do ramal, dificultando a vida das pessoas que vivem no distrito do Maracá e as que escolhem esse trecho para ir aos municípios de Laranjal e Vitória do Jari. Lama, cratera, córregos e até árvores invadem a estrada e atrapalham os condutores, que reclamam da demora em percorrer esse trecho, colocando, muitas vezes, a vida em risco”, relata a presidente da CTO, deputada Aparecida Salomão (PSD).

Durante o trajeto, os parlamentares ouviram alguns moradores que vivem às margens do Km-157, como é o caso do agricultor Manoel José da Silva, que há anos vive na região. “É lamentável ver essa estrada desta forma. Neste período [de inverno amazônico] fica pior, dificultando a nossa vida. Para escoar o que produzimos aqui fica muito difícil, como vocês estão vendo”, relata o produtor rural aos deputados, que reforçaram que irão levar o caso aos órgãos competentes para que seja solucionado.

“Os relatos dos moradores fundamentarão nossos encaminhamentos junto às instituições responsáveis por esses ramais. Queremos, em curto prazo, que seja solucionada essa situação. Isso atrapalha quem mora nessas comunidades e quem necessita ir a outros municípios do estado, refletindo negativamente no turismo, educação, saúde e, principalmente, no desenvolvimento econômico do nosso Amapá”, relata a deputada Raimunda Beirão (PMB).

Essa averiguação nos ramais e estradas do interior de Mazagão atende ao requerimento do deputado Fabrício Furlan (PCdoB), vice-presidente da Comissão de Transporte e Obras Públicas da Alap. “Com a inauguração da Ponte da Integração, aumentou o número de usuários nessas estradas de Mazagão, tendo como rota alternativa para Laranjal, Vitória do Jari e distritos. Mas esse trajeto, que deveria ser feito em menos tempo, com esses problemas que estamos vendo aqui, faz só aumentar. E nós, como representante do povo, iremos levar às autoridades para que deem uma atenção especial a essas estradas”, reforça.

A deputada Janete Tavares (PPS) garante que a CTO vem fazendo um trabalho eficaz junto às comunidades rurais. “A população tem seus anseios, suas demandas. E, para que os problemas sejam sanados, é necessário o apoio da Assembleia Legislativa, que legisla e fiscaliza”, pondera. Nesta quinta-feira (24), os deputados ouvirão a comunidade do Maracá quanto à realidade da estrada, suas consequências, entre outras demandas.

Texto: David Diogo

Fotos: Jaciguara Cruz

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO