Governo do Amapá implanta ambulatório especial de ginecologia endócrina

Compartilhe:





Desde o dia 6 de fevereiro, o Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML) passou a ofertar tratamento de ginecologia endócrina em um ambulatório especial aberto na sede dos Capuchinhos – Na Avenida FAB, bairro Santa Rita, na região central de Macapá.

Anteriormente, patologias relacionadas a disfunções hormonais e reprodutivas eram atendidas apenas com consultas na rede de Atenção Básica, sem um tratamento mais específico e resolutivo.

O atendimento é destinado a usuárias que apresentam patologias como: sangramento uterino anormal, puberdade precoce, amenorreias, síndrome do ovário policístico, adenomiose, disfunções menstruais, endometriose, leiomiomatose, dor pélvica crônica, contracepção em situações especiais e androginismo.

Para o ginecologista e obstetra Fábio Gato, os problemas relacionados à ginecologia endócrina são comuns e precisam ter uma referência para atendimento.

“Para tratar essas doenças, é preciso que haja um trabalho especializado, que antes não tinha referência. O atendimento que as mulheres tinham acesso era apenas o de baixa complexidade, através da Unidade Básica de Saúde [UBS]. Com esse ambulatório especializado, vamos poder investigar cada patologia para que possamos chegar até a solução”, explicou.

Para ter acesso ao serviço, a usuária precisa ter encaminhamento de uma UBS. O atendimento na sede dos Capuchinhos é feito no período da manhã, às terças, quintas e sextas-feiras, com horário agendado.

Por: Elmano Pantoja / Foto: André Rodrigues/SECOM

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO