Voluntários serão homenageados no Dia Nacional do Doador de Sangue

Compartilhe:





Para marcar o Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro, o Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) vai realizar uma programação de homenagem e agradecimento aos doadores de sangue.

O evento será na segunda-feira, 25, no Hemoap, com bolo, música ao vivo, limpeza de pele, SPA dos pés e mãos, exame de bioimpedância e a entrega de certificados de honra ao mérito para os doadores mais ativos dos últimos 5 anos. Serão homenageados o doador com o maior número de doações, o que doa há mais tempo, o doador mais velho em idade e o doador mais jovem.

A diretora do Hemoap, Ruimarisa Martins, disse que a programação pretende celebrar e agradecer aos doadores, em especial àqueles que fazem doações regulares, além de incentivar novas doações.

“Doar sangue é um ato voluntário e altruísta, esse gesto de doar voluntariamente precisa ser reconhecido. São pessoas que reservam um tempinho do seu dia para doar sangue e ajudar a salvar vidas”, disse.

Em 2019, o Hemoap cadastrou mais de 16 mil voluntários como doadores de sangue. Para as festas de fim de ano, a equipe de captação está entrando em contato com os grupos de doadores para garantir a manutenção do estoque em níveis seguros.

Como ser doador de sangue

Para se tornar um doador voluntário, o interessado precisa estar saudável, pesar mais de 50 quilos, ter entre 16 e 69 anos - menores de 18 anos, somente com autorização dos responsáveis, e maiores de 60 anos, se já forem doadores assíduos.

O doador precisa estar descansado e alimentado. Antes de doar, a pessoa passa pela triagem clínica, onde é feito um questionário sobre a saúde e a vida do voluntário.

Uma única doação pode ajudar a salvar até quatro vidas, pois a bolsa de 450ml doada passa por um processo de fracionamento, de onde se extraem quatro componentes do sangue: concentrado de hemácias, concentrado de plasma, plaquetas e o crioprecipitado.

O horário para as doações no Hemoap é de 7h30 às 12h. O instituto fica localizado na Rua Jovino Dinoá, esquina com a Avenida Raimundo Álvares da Costa, bairro Central, em Macapá.

 

Por: Claudia Cavalcanti /  Foto: André Rodrigues

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO