Governo do Amapá recebe 25 ambulâncias e 130 mil testes para combate ao coronavírus

Compartilhe:





O Amapá aumentará a capacidade de testagem e reforçará as ações de combate ao novo coronavírus com mais 25 ambulâncias e 130 mil exames, entregues nesta sexta-feira, 17.

Os veículos são do programa “Fazer o Bem faz Bem - Alimentando o Mundo com Solidariedade”, criado por um grupo empresarial da indústria de gêneros alimentícios para auxiliar estados brasileiros no enfrentamento a covid-19.

O Amapá também recebeu 480 mil litros de combustível da Petrobrás para o enfrentamento à pandemia. A articulação foi do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, em parceria com o governador do Amapá, Waldez Góes.

Na solenidade de entrega, ocorrida ao lado da praça Veiga Cabral, no Centro de Macapá, o governador Waldez, o senador Davi, acompanhados da bancada federal e o vice-governador, Jaime Nunes, entregaram aos prefeitos as ambulâncias.

 

As ambulâncias são equipadas com UTIs móveis. Quatro delas serão destinadas ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e outras três para a prefeitura de Macapá. Aos municípios de Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque foram duas unidades para cada, que devem atender às demandas municipais do sistema de saúde e do hospital regional; os demais municípios receberam uma ambulância, cada.

 

O governador Waldez Góes destacou o trabalho feito no estado para combater o novo coronavírus e a articulação da bancada.

"Estamos há mais de 100 dias neste enfrentamento. Conseguimos ampliar leitos, o Amapá é o estado que mais testa, com menor índice de taxa de letalidade. Para isso, contamos com apoio dos prefeitos e da bancada federal, liderada pelo senador Davi. Com mais essas entregas, ampliaremos, por exemplo, a testagem que é fundamental para a abordagem precoce, consolidando o nível de organização e dando mais resultados para a população amapaense", afirmou o chefe do Executivo estadual.

 

O senador Davi também ressaltou o esforço e união do governo, bancada federal e prefeitos para combater a pandemia.

"Todos nós, juntos, governo, prefeitura e bancada estamos comprometidos com a nossa gente. Conseguimos muita coisa para enfrentar essa pandemia, e estamos nos esforçando para conseguir mais", disse Alcolumbre.

A alocação das ambulâncias para o Amapá levou em consideração o diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais, incluindo entrevistas e análises de dados por especialistas de três comitês independentes para as áreas de saúde, social e ciência.

"A pandemia será vencida e os municípios têm dado exemplo para o país, ao enfrentar conjuntamente com o governo o coronavírus", afirmou o prefeito de Macapá, Clécio Luiz.

 

Os testes rápidos foram conseguidos pelo senador Davi em Brasília, junto à equipe da Receita Federal. A remessa será distribuída para os municípios que irão ampliar a capacidade de testagem. Já os 470 mil litros de combustível serão usados para pôr as ambulâncias em funcionamento para as ações de combate ao novo coronavírus.

"Esses testes vão ajudar a identificarmos as pessoas infectadas para continuarmos com ações de controle da doença. O governo tem dado suporte aos municípios e essa entrega é mais uma ajuda", disse o prefeito do município de Amapá, Carlos Sampaio.

Programa Fazer o Bem faz Bem

O programa “Fazer o Bem faz Bem - Alimentando o Mundo com Solidariedade” já investiu R$ 700 milhões para ajudar no combate ao coronavírus em 65 cidades em 18 estados brasileiros. O programa escolheu o Amapá levando em consideração o diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais.

 

Por: Anne Santos /  Foto: Márcio Pinheiro/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Sade