Campanha de combate à tuberculose diagnostica novos casos da doença






A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou durante o mês de março a intensificação da busca ativa de novos casos de tuberculose na capital. Durante o período da programação, todas as Unidades Básicas de Saúde realizaram palestras educativas, busca ativa de novos casos e encaminhamento dos pacientes suspeitos para exames de escarro. A atividade conseguiu diagnosticar 24 novos casos da doença e iniciar o tratamento dos pacientes.

De acordo com a coordenadora municipal do Programa de Combate à Tuberculose, Nadir Lamarão, a intensificação da busca ativa de novos casos tem sido fundamental para o controle e a eficiência no tratamento da doença. “Essas campanhas são essenciais para que possamos diagnosticar precocemente os pacientes e iniciar o tratamento o mais rápido possível. Essa estratégia nos possibilitou ser a capital brasileira com o melhor índice de cura da tuberculose”.

Em todas as UBS’s existem profissionais capacitados para notificar os pacientes suspeitos da doença, fazer o encaminhamento do exame e orientar no tratamento. “É fundamental que, ao apresentar algum dos sintomas, como tosse persistente e febre, o paciente procure uma unidade de saúde para que possa ser avaliado. A distribuição da medicação é gratuita e a avaliação periódica até o fim do tratamento é feito pelas Equipes de Saúde da Família”, explicou Nadir.

A tuberculose

É uma doença infecciosa, causada por um micróbio chamado “bacilo de Koch”. É contagiosa e atinge, principalmente, os pulmões. O sintoma mais frequente no adulto é a tosse persistente por mais de três semanas, além de febre (mais frequente ao entardecer), suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento e cansaço fácil.

 

Por Jamile Moreira

Fotos: Dayane Ferreira


 

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO