ACUSADO DE MATAR TIA A GOLPES DE FACA É PRESO EM FLAGRANTE



Nesta terça-feira, 14, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM), prendeu, em flagrante, um homem de 20 anos de idade, acusado de matar uma mulher de 47 anos de idade, que considerava como tia.

De acordo com o Delegado Vladson Nascimento, na madrugada, a Polícia Civil foi acionada pelo CIODES para atender uma ocorrência de feminicídio, ocorrida no bairro Parque dos Buritis.

"Após recebermos a informação da ocorrência, diligenciamos ao local do crime e colhemos as informações preliminares. As filhas da vítima, que presenciaram o crime, relataram que o crime foi cometido pelo sobrinho da genitora delas. Elas tentaram salvar a vida própria mãe e ficaram lesionadas", explicou o Delegado.

Após o crime, o acusado fugiu e se escondeu na residência de um amigo. A equipe da DCCM realizou diligências e localizaram o acusado. Ele foi preso em flagrante a arma do crime apreendida, após tentar fugir em uma bicicleta.

Durante interrogatório, o acusado confessou o crime e apontou vingança como sendo a motivação, pois, há um ano, a vítima pediu que ele fosse morar novamente com sua família no município do Afuá, no estado do Pará.

"O acusado disse que não gostou do pedido da vítima e, após um ano e meio, cometeu o crime de  feminicídio e homicídio qualificado, sendo que as qualificadoras são distintas. O feminicídio em razão do acusado ter morado na residência da vítima e possuir uma relação familiar com ela. O homicídio qualificado em razão do motivo fútil", finalizou Nascimento.

O homem preso foi encaminhado à audiência de custódia e aguarda decisão judicial. 

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO