Após chuva, mais de 15 toneladas de lixo e entulhos acumulados em canais e bacia de Macapá são removidos


Resíduos obstruíram esgoto e canais em pontos críticos após fortes chuvas atingirem a cidade. Serviços de limpeza continuam.


A Prefeitura de Macapá recolheu mais de 15 toneladas de resíduos sólidos depois das fortes chuvas que caíram no sábado (20) na capital. Durante o temporal equipes da Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana iniciaram os serviços nas ruas, atuando com a desobstrução e limpeza de pontos mais afetados.

Nesta segunda-feira (22), as ações de limpeza continuaram em toda a cidade, com trabalhadores fazendo a remoção de galhos de árvores, entulho das margens dos canais, desobstrução de bueiros e varrição. Os trabalhos se concentram principalmente na Bacia das Pedrinhas e Canal do Beirol, com auxílio de caçambas, retroescavadeira hidráulica e barcos.

De acordo com a Zeladoria, o maior volume de resíduos sólidos foi identificado nas margens dos canais e áreas de ressaca por causa do descarte incorreto do lixo. Garrafas de vidro e plástico, resto de obras, carcaças de eletrodomésticos, eletrônicos, móveis e lixo domiciliar são comuns nesses locais.

O secretário de Zeladoria Urbana, Jean Patrick, falou que as causas mais comuns de alagamentos na cidade estão relacionadas com os efeitos nocivos de algumas práticas humanas sobre o meio ambiente. A primeira delas é a poluição excessiva que entope bueiros e galerias construídas para reter e impedir o acúmulo de água das chuvas nas ruas.

“O lixo e entulho descartados em vias públicas, canais e áreas de ressaca impossibilitam a vazão da água das chuvas. Com isso, temos os alagamentos. A população é a principal prejudicada. Precisamos da colaboração de todos para evitar os transtornos”, disse o secretário.

  •  
  •  
  •  

Equipes a postos

Para prevenir ao máximo os transtornos causados na época das chuvas, equipes da Zeladoria Urbana estão de prontidão para atender qualquer eventualidade. Está sendo feito um levantamento para identificar os pontos de riscos de alagamentos provocados pelo lixo e entulho.

Uma equipe volante estará diariamente nas ruas monitorando pontos críticos e trabalhando na limpeza. Além disso, a secretaria intensificará a coleta de lixo doméstico, com maior atuação nos dias de chuva, porque o lixo foi identificado como um dos principais causadores de alagamentos, especialmente nas áreas de ressaca.

A Zeladoria Urbana está finalizando um Plano de Limpeza de Canais e Áreas de Ressaca para ser executado durante o período chuvoso da capital.

 

Por Mônica Silva

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO