Governo e Prefeitura entregam nova sede de atendimento psicossocial infantojuvenil em Santana


Cooperação entre Estado e Município viabiliza o funcionamento do centro especializado na manutenção da saúde mental de crianças e jovens.


O Governo do Amapá e a Prefeitura de Santana entregaram, nesta quarta-feira, 29, a nova estrutura do Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência (CAPSi) da cidade.

Um termo de cooperação técnica entre Estado e Município coloca em ação, a partir de 3 de janeiro, os serviços de assistência psicológica e psiquiátrica voltados à população infantojuvenil.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) disponibilizou 18 profissionais para o espaço, entre assistentes sociais, enfermeiros, técnicos em enfermagem, terapeuta ocupacional, fonoaudióloga e psiquiatras.  O local é administrado pela Prefeitura de Santana.

 

O que é CAPSi?

O CAPSi é um espaço destinado ao atendimento gratuito de crianças e jovens de 6 a 17 anos que apresentam transtornos severos e persistentes como neurose, psicose e doenças secundárias adquiridas com o uso abusivo de drogas psicoativas.

O centro também compõe a rede de assistência aos pacientes diagnosticados com Transtorno do Espectro Autistas (TEA). 

 

Novo espaço

A nova estrutura é climatizada e dispõe de sala de triagem e de acolhimento, brinquedoteca, consultórios multidisciplinares - de enfermagem, psicologia e fonoaudiologia -, além de um ambiente externo amplo para atividades complementares, de acordo com a necessidade de cada paciente. 

“A entrega do espaço representa o fortalecimento da rede assistencial à saúde mental. Melhorando a qualidade do ambiente para os colaboradores e pacientes, daremos maior celeridade aos serviços”, enfatizou o secretário de saúde Juan Mendes. 

 

Profissionais capacitados

A equipe especializada multiprofissional é composta por médico pediatra, psiquiatra, fonoaudiólogo, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Os colaboradores atuam na formulação de estratégias de cuidado por meio de atendimentos nas modalidades individuais, em grupos e em família. 

Para o coordenador estadual de saúde mental, Mario Dennis, a entrega do espaço representa o desenvolvimento das potencialidades do público-alvo dos atendimentos do CAPSi. 

“Os resultados do investimento serão gradativos e colhidos socialmente com o passar do tempo. A nossa maior recompensa é a possibilidade de atuar ativamente na melhoria da qualidade de vida de crianças e jovens”, completou. 

O Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência (CAPSi) fica na rua Adálvaro Cavalcante, nº 941, bairro Central, Santana.

O horário de funcionamento é das 8h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira. Para marcar consultas, é necessário encaminhamento médico da assistência básica a saúde.

 

 

Por: Karla Santos / Foto: Karla Santos/ SESA

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO