Empreendedores podem fazer inscrição para ocupar boxes na Casa do Artesão


São 30 espaços na Praça de Alimentação destinados a trabalhadores que comercializam comidas típicas. Inscrições seguem até 18 de janeiro.


A Secretaria de Estado de Trabalho e Empreendedorismo (Sete) iniciou nesta quinta-feira, 13, as inscrições para empreendedores interessados em ocupar os 30 boxes da Praça de Alimentação da Casa do Artesão, em Macapá.

O Governo do Estado reformou e revitalizou o espaço para abrigar trabalhadores que comercializam itens como comidas típicas, batata frita, pipoca e churros, chapa e espeto, água de coco e abacaxi, sorvetes e doces variados.
A previsão é inaugurar a Praça de Alimentação no primeiro trimestre de 2022.

Na expectativa de ocupar um dos boxes, o autônomo Isaac Palha de Souza não perdeu tempo e já fez a inscrição.

“Trabalho há 20 anos com a venda de comidas típicas. Fiquei sabendo das inscrições pelas redes sociais e decidi arriscar. Quem sabe não começo o ano novo com esta grande bênção de vender meus alimentos num ambiente estruturado e bem localizado”, comentou Isaac Palha.

Outra que aproveitou o embalo e fez logo o cadastramento foi a Inan Pantoja Brito. Ela concorre a uma das três vagas para ocupar os boxes da venda de sorvete.

“Estou desempregada e vi a chance de ter um espaço para a comercializar sorvetes. Há seis meses estou vendendo em casa”, disse a moradora do bairro do Buritizal, na zona sul de Macapá.

Os interessados em concorrer aos boxes (pessoas físicas e jurídicas) devem seguir as normas do Edital de Chamamento Público lançado pelo governo.

As inscrições seguem até 18 de janeiro, das 9h às 13h, no auditório da Sete, que fica na Avenida Mendonça Junior, nº 1175, esquina com a Rua Jovino Dinoá, Centro.

Confira aqui o edital

Para efetivar a inscrição é obrigatório, conforme o edital, preencher o requerimento da ficha de cadastro e apresentar originais e cópias dos documentos.
Para pessoa física, é exigido RG, CPF, 1 foto 3x4, comprovante de endereço atualizado e portfólio da atividade exercida.

No caso de pessoa jurídica, são necessários documentos como: Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ, inscrição municipal, contrato de constituição da empresa, comprovante de endereço da empresa – atualizado, RG do sócio proprietário; CPF, do sócio proprietário. Também é necessário apresentar foto 3x4 – do sócio proprietário; portfólio da atividade exercida; entre outros documentos.
Ao se candidatar, o interessado receberá comprovante por meio do recibo do Protocolo de Cadastro com o número de inscrição.


Análise documental
Uma Comissão Especial de Seleção (CES), composta por quatro agentes públicos ficará responsável pela análise de toda a documentação. A lista dos selecionados será divulgada no dia 21 de janeiro de 2021. Já a relação definitiva está prevista para 28 do mesmo mês.

 

 

Por: Kelly Pantoja /  Foto: Foto Reprodução

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO