Iniciadas inscrições para escolinhas na Piscina Olímpica e Ginásio de Santana

Inscrições iniciaram nesta segunda-feira, 17, nos centros didáticos. Os alunos terão que apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19.

O Governo do Estado iniciou nesta segunda-feira, 17, as inscrições para matrículas e rematrículas das escolinhas na Piscina Olímpica, em Macapá, e no Ginásio de Santana.

As aulas seguirão rigidamente os protocolos de saúde e segurança, e os alunos terão que apresentar, entre outros documentos, o comprovante de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), responsável pelos centros, a previsão é que as aulas iniciem no mês de março. Confira os documentos necessários para matrícula e rematrícula:

Piscina Olímpica

O Centro Didático Capitão Euclides Rodrigues, carinhosamente conhecido como Piscina Olímpica, abriu apenas a rematrícula, tendo em vista que em 2020 as inscrições foram realizadas, mas as aulas não aconteceram por causa da pandemia.

As rematrículas poderão ser feitas até o dia 31 de janeiro. Os pais ou responsáveis devem apresentar RG, CPF, atestado médico, declaração escolar, comprovante de endereço, duas fotos 3x4 e carteira de vacinação contra a Covid-19 (apenas para maiores de 12 anos). Ao todo são 1,5 mil vagas para alunos na faixa etárias de 6 a 60 anos de idade. 

Ginásio de Santana

São 420 vagas para matrículas e rematrículas distribuídas nas modalidades de basquete, handebol, futsal e vôlei, na faixa etária de 10 a 17 anos.

As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de fevereiro, no Ginásio de Santana. No dia 26 de fevereiro a equipe do centro didático fará uma reunião com os pais e responsáveis dos alunos para tirar dúvidas sobre as aulas e os protocolos de segurança.

Para realizar a matrícula, será necessário ter em mãos RG, CPF, atestado médico, declaração escolar, comprovante de endereço, duas fotos 3x4 e carteira de vacinação contra a Covid-19.

A Sedel estuda a possibilidade de voltar com as escolinhas esportivas em outros centros didáticos ainda neste primeiro semestre de 2022, mas depende de como estará o nível da pandemia no estado.

 

Por: Rafael Moreira /  Foto: Irineu Ribeiro/Secom


O que achou desta notícia?