Foto: Polícia Civil / Lucas Brito

Polícia cumpre nove mandados de prisão contra faccionados por homicídio


Na manhã dessa sexta-feira, 1, a Polícia Civil do Amapá, por meio da 1ª Delegacia de Polícia de Santana, deflagrou a "Operação Vaga-Lume II", com o objetivo de dar cumprimento a 18 (dezoitos) mandados judiciais, sendo 12 (doze) de prisão preventiva e 6 (seis) de busca e apreensão domiciliar contra indivíduos investigados de integrar uma organização criminosa destinada a prática de homicídios no município de Santana.

De acordo com o Delegado Felipe Vieira, os investigados estão diretamente ligados à guerra entre facções que ocorreu em Santana, no mês de setembro de 2021.

"Após as investigações da Polícia Civil, foi possível identificar o líder do grupo criminoso que, do interior do Iapen, coordenou as ações criminosas em Santana; dois indivíduos que guardavam armas de fogo e coletes balísticos utilizados nos crimes; dois motoristas responsáveis por transportar as armas de fogo e integrantes da organização criminosa para a prática dos crimes; além de outros sete faccionados responsáveis por executar os crimes. A investigação apontou que esta ramificação da organização criminosa está diretamente ligada a ao menos quatro crimes contra a vida de faccionados rivais, ocorridos no mês de setembro do ano passado", explicou o Delegado.

Durante a ação, foram cumpridos nove mandados de prisão preventiva, sendo seis no Iapen e três no município de Santana. Três investigados permanecem foragidos.

A operação contou com o apoio da Delegacia de Polícia de Vitória do Jari, da 2ª Delegacia de Polícia de Santana e da Delegacia da Infância e Juventude de Santana.


O que achou desta notícia?