Santana inicia nesta segunda-feira, 4 de abril, a vacinação contra influenza


A Prefeitura Municipal de Santana, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), inicia nesta segunda-feira, 4 de abril, a vacinação contra a gripe. Com o horário das 8h às 12h e 13h às 17h. As doses estarão disponíveis em todas as salas de vacinas do Município.

Em atenção ao cronograma do Ministério da Saúde (MS), a Campanha de Vacinação contra a Influenza terá duas etapas: a primeira fase vai de 04/04 a 02/05 onde será direcionada aos trabalhadores da saúde e idosos com 60 anos ou mais de idade.

Na segunda etapa, de 03/05 a 03/06, as doses serão destinadas as crianças de seis meses as menores de 05 anos, Gestantes e Puérperas, Povos indígenas, Professores, Pessoas com comorbidades e deficientes permanentes, Caminhoneiros, Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros Urbanos e de Longo Curso, Trabalhadores Portuários, Forças de Segurança e Salvamento além das Forças Armadas, Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade, População privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

 

População Alvo:

Primeira etapa – 04/04 a 02/05

• Idosos com 60 anos ou mais - 30.197.052;

• Trabalhadores da saúde - 5.895.851;

Total primeira etapa: 36.092.903

 

Segunda etapa – de 02/05 a 03/06

• Gestantes – 2.044.439;

• Puérperas – 336.072;

• Povos Indígenas – 769.505;

• Professores – 2.613.309;

• Pessoas com comorbidades – 10.332.126;

• Pessoas com deficientes permanentes – 7.536.683;

• Caminhoneiros – 1.241.061;

• Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros Urbanos e de Longo Curso – 678.264;

• Trabalhadores Portuários – 111.397;

• Forças de segurança e salvamento – 584.256;

• Forças Armadas – 364.036;

• Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade – 108.949;

• População privada de liberdade, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas – 779.283.

Total segunda etapa: 40.426.437

Total Geral: 76.519.339

 

Locais de vacinação contra Influenza: Todas as Unidades Básicas de Saúde.

 

Ivina Maria


O que achou desta notícia?