Missionários católicos participam de visita guiada no Bioparque da Amazônia

Atração do parque é destinada a excursões escolares, instituições religiosas, ongs e outros.

Missionários católicos e irmãs da Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria (Cordimariana) participaram nesta quinta-feira (7) de uma visita guiada no Bioparque da Amazônia. Os visitantes, que são oriundos de diferentes partes do Brasil, aproveitaram a folga das atividades da missão religiosa para conhecer os atrativos turísticos de Macapá.

A irmã Maria Zita Borges de Sousa, de 77 anos, conheceu de perto as belezas naturais presentes no Bioparque. Na primeira vez na unidade, a religiosa do Piauí conta que ficou encantada com a paz que o meio ambiente transmite.

“Fiz 50 anos de vida religiosa, de dedicação a minha fé na congregação. Hoje no passeio, vieram conhecer o parque pessoas do Ceará, Pernambuco, Piauí, Minas Gerais, Amazonas e Pará. O ambiente é bonito e tranquilo”, comenta.

O missionário carismático Paulo Gomes, de 49 anos, destaca que a intenção do passeio é mostrar um pouco de Macapá aos colegas missionários. O integrante do grupo religioso Irmã Maria Celeste desde 2013, incluiu o Bioparque na lista por ser um local de tranquilidade e contato com a natureza.

“A missão foi desenvolvida do dia 2 a 7 de abril em Macapá e celebra o centenário de plenificação pascal de Irmã Maria Celeste. Sou cearense, moro há 32 anos no Amapá e queria mostrar a amazônia em área urbana. E para evidenciar nossa cidade enquanto ambiente amazônico que somos, viemos ao Bioparque”, explana.

Missionário Paulo Guedes e Irmã Maria Zita | Foto: Adevaldo Cunha/PMM

 

A Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria foi fundada em 1916 pelo padre Júlio Maria Lombard, na região amapaense. As religiosas auxiliavam o sacerdote nos trabalhos pastorais, como a catequese. Desde lá, o grupo centenário sobrevive propagando o cristianismo católico. Em Macapá, os resquícios da época sobrevivem na Casa da Memória do Padre Júlio Maria Lombard, localizada no bairro Açaí.

Visitas guiadas
As visitas guiadas são realizadas com os guardas-parques. A atração é gratuita destinada ao público infantil com excursões escolares, além de integrantes de igrejas, ongs, centros de assistência e projetos sociais. O objetivo de contribuir com a promoção da preservação da natureza e conservação das espécies.

‘’O passeio dura aproximadamente 1h e percorre diferentes trechos do parque, como logradouros dos animais, o orquidário, jardim sensorial e finaliza no ecótono, um ambiente formado por ecossistemas que integram floresta de terra firme, cerrado e áreas de ressaca’’, explica o diretor-presidente do Bioparque, Ezequias Ferreira.

Venda de artesanato para turistas | Foto: Adevaldo Cunha/PMM

Para solicitar as instituições precisam enviar um ofício à gerência do parque pelo e-mail bioparque@macapa.ap.gov.br. No documento deve conter o nome da instituição e a quantidade das pessoas que participarão da excursão, bem como o nome dos responsáveis. Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (96) 99970-2084.

Bioparque
O Bioparque da Amazônia é uma fundação pública municipal, vinculada à Prefeitura de Macapá. O espaço natural possui uma área de 107 hectares de florestas, no meio do centro urbano de Macapá, localizado na rodovia Josmar Chaves Pinto, antiga JK. O parque funciona de quarta a domingo, das 9h às 17h. A bilheteria encerra às 16h20.

Missionários e irmãs conheceram as atrações do Bioparque acompanhados de guardas-parques | Fotos: Adevaldo Cunha/PMM

 

Por Aline Paiva 


O que achou desta notícia?