Foto: Polícia Civil
Estupro de vulnerável

Tio que estuprou e abusou de sobrinha por 4 anos consecutivos é preso em Santana

Segundo o delegado Ruben Neves, o condenado iniciou os abusos sexuais na sobrinha quando ela tinha 9 anos de idade e prosseguiram até aos 13, quando ela foi morar com o pai biológico, no ano de 2019.

Nesta segunda-feira, 9, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Infância e Juventude de Santana, prendeu um homem de 22 anos de idade, condenado judicialmente pela prática do crime de estupro de vulnerável.

De acordo com o Delegado Ruben Neves Junior, o homem condenado é tio da vítima, a qual passou a ser abusada sexualmente por ele quando tinha 9 anos de idade.

“O autor do crime e a vítima moravam na mesma casa. A vítima sofreu vários abusos por longo período de tempo, que iniciaram quando ela tinha 9 anos de idade e só cessaram aos 13 anos de idade, quando ela foi morar com seu pai biológico, no ano de 2019. Além dos abusos sexuais, a vítima chegou a ser agredida fisicamente pelo tio quando se negava a fazer o que ele queria, sendo obrigada em seguida. Após os 12 anos de idade da vítima, ele passou a controlar seus horários de chegada e saída da escola. Ele ameaçava matar os avós da vítima, com quem ela morava, bem como seus pais e familiares. Quando foi morar com o pai, a vítima relatou o que sofreu e ele procurou a Delegacia para denunciar o crime”, explicou o Delegado.

Na última quinta-feira, o autor do crime foi condenado judicialmente a pena de 21 anos e 2 meses de reclusão, sendo expedido mandado de prisão preventiva, o qual foi cumprido na residência dele, localizada no bairro Remédios, em Santana.

O homem preso foi encaminhado ao Iapen.


O que achou desta notícia?