Foto: Ludimila Miranda|Ascom MPF/AP
Reunião

MPF e Exército dialogam sobre operações conjuntas no Amapá

Encontro ocorreu na manhã da quarta-feira (11) nas dependências do Exército

O Ministério Público Federal (MPF), representado pelos procuradores da República Alexandre Guimarães e Thereza Maia, aceitou convite do General João Roberto Albim Gobert Damasceno, comandante da 22ª Brigada de Infantaria e Selva, para dialogar sobre possíveis operações conjuntas no Amapá. A reunião ocorreu na manhã da quarta-feira (11) nas dependências do Exército no estado.

Na ocasião, foram abordados temas de interesse comum das instituições. Um dos principais foi a atuação voltada ao combate a garimpos ilegais no estado, em especial em áreas de fronteira e terras indígenas. Acerca do assunto, o procurador-chefe da Procuradoria da República no Amapá, titular do ofício que trata de matérias indígenas, destacou a atuação do MPF na temática e de que forma o trabalho do Exército repercute nas comunidades.

A procuradora da República Thereza Maia explicou como se dá a atuação do MPF em outras áreas que demandam a competência do órgão. Como procuradora regional eleitoral substituta, ressaltou a relevância do trabalho do Exército para a garantia do direito ao voto em áreas de difícil acesso da região amazônica. O comandante destacou o envolvimento dos militares na operação de logística para assegurar a votação a esses cidadãos.

Ao final, o comandante da 22ª Brigada de Infantaria e Selva presenteou os membros do MPF com artesanatos fabricados no Amapá. Na oportunidade, o procurador-chefe entregou ao general publicação comemorativa do Ministério Público. Novos encontros devem ser realizados para fortalecer as relações institucionais e alinhar atuações conjuntas.


O que achou desta notícia?