Foto: Polícia Civil
Brincadeira de mal gosto

Adolescente que brincou com "chacina" e causou pânico responderá por ato infracional

A ocorrência aconteceu no município de Ferreira Gomes, onde um adolescente de 15 anos divulgou um vídeo de um massacre ocorrido em uma igreja nos Estados Unidos.

A Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Ferreira Gomes, concluiu auto de investigação de ato infracional que apurou a participação de um adolescente de 15 anos de idade, em uma possível "chacina" que ocorreria em uma escola do município.

De acordo com o Delegado Felipe Rodrigues, a Polícia Civil foi acionada pela direção da escola após comentários de que haveria um massacre.

"A direção da escola nos procurou após esses comentários, bem como após um adolescente divulgar um vídeo de um massacre ocorrido em uma igreja nos Estados Unidos. Iniciamos as investigações e instaurei procedimento para apurar o fato. Esse fato fez com que as escolas do município tivessem suas atividades paralisadas na última sexta-feira. O adolescente alegou que foi apenas uma brincadeira, que não teve a intenção de causar pânico. O auto de investigação de ato infracional foi concluído e o adolescente responderá por ato infracional análogo ao crime de apologia ao crime e à contravenção penal de provocar alarma, anunciando perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico", explicou o Delegado.

Na última terça-feira, 10, a direção da escola realizou uma reunião com a comunidade escolar, que contou com a participação da Polícia Civil e do Ministério Público.

Durante o encontro, o Delegado explicou as providências tomadas pela Polícia Civil diante do fato ocorrido, que deixou todos em alerta. O Delegado ressaltou ainda, a importância da vigilância dos pais para com seus filhos, principalmente, quanto ao uso de celular e redes sociais. Por fim, explicou que incitar ou enaltecer o crime é conduta típica prevista no Código Penal.


O que achou desta notícia?